FSFX recomenda ida a hospitais somente em casos de urgência

No Hospital Márcio Cunha, estão mantidas consultas ambulatoriais apenas para clínica médica, cardiologia, pneumologia, ginecologia, nefrologia, oftalmologia, psiquiatria e pediatria

Wôlmer Ezequiel


Fundação recomendou ainda o cancelamento de procedimentos eletivos

A Fundação São Francisco Xavier (FSFX), braço social da Usiminas, recomenda a todos os pacientes que busquem adiar a realização de exames de rotinas, consultas e cirurgias não urgentes. A medida visa preservar o atendimento para os casos de urgência e emergência e como forma de minimizar a exposição das pessoas e preservar a saúde de familiares e da população de forma geral. A recomendação visa à desaceleração da infecção do novo coronavírus.

Os hospitais Márcio Cunha e de Cubatão suspenderam, parcialmente, os atendimentos dos ambulatórios por tempo indeterminado. As unidades continuam realizando os procedimentos urgentes e estão dando foco nos atendimentos voltados para o coronavírus.

No Hospital Márcio Cunha, estão mantidas consultas ambulatoriais apenas para clínica médica, cardiologia, pneumologia, ginecologia, nefrologia, oftalmologia, psiquiatria e pediatria.

Também no HMC, nas áreas de Laboratório, Hemoterapia (doação de sangue), Centro de Diagnóstico por Imagem e nas unidades descentralizadas do Vale do Aço só irão atender com agendamentos prévios.

Na unidade de Oncologia do HMC estão mantidos os serviços de quimioterapia e radioterapia, informa a FSFX.
O Centro de Odontologia Integrada (COI) mantém atendimento apenas para as urgências. As pessoas que têm algum procedimento agendado que possa ser adiado devem desmarcar. O cancelamento pode ser feito ligando diretamente para o COI. Vale destacar que é necessário ligar para cancelar a sua consulta para que não haja cobrança.

Protocolos

A fundação informa ainda que foi implantado um protocolo específico de higienização das áreas comuns e de grande fluxo (catracas, elevadores, refeitórios, entre outras), e protocolo de triagem para casos suspeitos, no Pronto-socorro e nas unidades hospitalares, que tiveram ainda a adaptação de uma área exclusiva para isolamento que chamamos de “gripário”. Além disso, os funcionários da área administrativa foram orientados a trabalhar de casa a partir desta quarta-feira (18).

A FSFX destaca ainda que adquiriu novos equipamentos e kits necessários para o diagnóstico e acompanhamento de casos suspeitos, além de outros materiais necessários ao tratamento do Covid-19.

Já publicado

Visitas a pacientes do Hospital Márcio Cunha são suspensas
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO