Violetas na Janela em Ipatinga

Ana Rosa e grande elenco sobem ao palco do teatro do Centro Cultural Usiminas no domingo (15)

Recordista mundial em participações em novelas, a atriz Ana Rosa estará domingo (15) em Ipatinga para apresentar o espetáculo Violetas na Janela. A peça terá sessão única, às 18h, no teatro do Centro Cultural Usiminas.

Violetas na Janela é uma montagem baseada no livro homônimo de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, foi adaptada há 23 anos para o teatro por Ana Rosa e é dirigida por ela e o ator Guilherme Correa.

A peça trata da vida após a morte a partir do desencarne de Patrícia, com leveza e toques de humor que se encarregam de dar graça ao espetáculo. A trilha sonora foi composta especialmente por Cláudio Suisso.

Sílvio Ferreira/Divulgação/Balo


Ana Rosa adaptou o enredo, dirige e atua na peça Violetas na Janela
Ana Rosa, que estrela o espetáculo Violetas na Janela, inseriu seu nome na história da dramaturgia brasileira. Ela tem no currículo nada mais que uma menção no Guinness Book, como a atriz que mais participou de novelas, seja como protagonista, coadjuvante ou em participações especiais.

Sobre a peça, diz a atriz: “O homem continua na busca incessante tentando ampliar sua capacidade de percepção e atingir sua unidade básica, pessoal e direta com Deus. Nunca um número tão grande de pessoas buscou tantas alternativas ou se interessou por experiências místicas e espirituais como agora. Estamos em plena era da revolução da consciência”, garante.

Para ela, o conhecimento e a prática das religiões orientais e ocidentais é uma realidade. Até mesmo a ciência procura explicação para fenômenos espirituais através da parapsicologia e da psicologia.

A literatura é pródiga em técnicas de terapia de regressão a vidas passadas, cura quântica ou holística, memória holográfica, meditação transcendental, viagens astrais, experiências de quase morte etc.

De acordo com Ana Rosa, todo ser humano já passou pela dor da perda de uma pessoa querida e se sentiu compelido a refletir sobre a existência da vida após a morte.

Violetas na Janela mostra com simplicidade as experiências de Patrícia, uma garota que desencarnou aos 19 anos e acordou numa Colônia Espiritual, onde a vida continua. Ela fala de suas descobertas, dúvidas, necessidades, da busca pelo autoconhecimento, os receios, afetos, amores.

Na colônia há hospitais, escolas, teatros, transporte, bibliotecas, a tecnologia avançada convive em plena harmonia com a natureza, os homens e animais. Lá, o livre arbítrio é respeitado e a justiça reinante é a do amor.

“Devemos lembrar que no nosso universo infinito também há lugares mais e menos felizes. Para qual deles nós iremos após a morte do corpo, só depende de nós mesmos, do que e de como estamos fazendo aqui e agora", conclui Ana Rosa.

SERVIÇO:

Violetas na Janela
Domingo (15) – 18h
Teatro do Centro Cultural Usiminas
Classificação etária: Livre
Ingressos: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia-entrada)
Vendas: http://www.eventim.com.br ou na bilheteria do teatro
Produção local: Sílvio Ferreira Produções
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO