Jovem é morto a tiros no bairro Industrial

Jhonatan Messias da Cruz, o Joninha, de 15 anos, foi atingido por disparos de arma ao lado de sua casa

Wellington Fred + reprodução


Jhonatan Messias da Cruz, o Joninha, tinha 15 anos

Alvejado por tiros na manhã de quinta-feira (27), Jhonatan Messias da Cruz, o Joninha, de 15 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu, no bairro Industrial, em Santana do Paraíso. O crime foi registrado na rua Glicéria de Almeida, próximo ao número 53.

Testemunhas disseram que a vítima conversou com uma pessoa, de mais idade, por cerca de dez minutos. Em determinado momento, essa pessoa sacou uma arma e efetuou os disparos.

Alvejado por projéteis de arma de fogo, o adolescente foi levado por vizinhos ao posto médico, mas não resistiu e morreu.

O Jhonatan Messias foi apreendido semana passada por causa do tráfico de entorpecentes, conforme apurado pela reportagem do Diário do Aço junto à Polícia Militar.
Wellington Fred


Vítima chegou a ser socorrida e levada para unidade de saúde, mas não resistiu e morreu


No dia da ocorrência do tráfico, seis pessoas foram presas. O adolescente, ao ver a chegada da PM saiu correndo para avisar aos comparsas sobre a presença policial.

Ao fim da operação, seis pessoas foram relacionadas como suspeitas de envolvimento com o tráfico, recolhidos R$ 408 em dinheiro, cinco barras de maconha, entre outros objetos. A polícia investiga se a execução tem relação com o prejuízo que a operação policial causou à "boca de fumo".

Suspeito
Testemunhas informaram para a polícia que na noite de quarta-feira um indivíduo identificado como T.K., de 20 anos, manteve uma discussão com Jhonatan e saiu do local fazendo ameaças de morte. A bicicleta de propriedade do suspeito foi encontrada em frente ao local do homicídio nessa quinta-feira. Também foi encontrado em um lote ao lado, no meio do barro, um par de sandálias, uma delas com uma tira arrebentada. A mãe do suspeito confirmou que era o calçado do filho. O suspeito, entretanto, não foi encontrado.


Jovem é morto a tiros no bairro Industrial


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Mike 28 de Fevereiro, 2020 | 01:02
Lamentável, Deus conforte os corações dos familiares, mas por via de fato é um alívio para a sociedade, pois este era um atraso para o cidadão de bem e famílias vítimas do tráfico de drogas. Entrando é possível aludir que o indivíduo que se submete ao dinheiro fácil que o tráfico de intorpecentes proporciona, fica exposto ao julgamento do crime. Além disso, o mesmo era um dos responsáveis por tirar a tranquilidade dos cidadãos de bem da região, pois onde a o tráfico há jovens se tornando usuário, furtos, homicídios e destruição de família...
Ze Lele 27 de Fevereiro, 2020 | 23:58
."sabonete " ou felizmente né rssss
Luiz 27 de Fevereiro, 2020 | 14:28
Essa hora meu filho de 15 anos estava na escola!
Pesquisador 27 de Fevereiro, 2020 | 13:41
Muito triste para os PAIS perderem um filho dessa maneira.. mas como se diz se conselhos fossem bons ninguém daria de graça..mas pai e mãe dá.. so que não obedecem querem viver
na Vida louca da criminalidade e termina assim com final trágico desse .. nisso envolvem as autoridades POLICIAIS para que desvendam quem foi o autor do delito, caso contrário se não fizerem a sociedade cobra..
Roberto 27 de Fevereiro, 2020 | 13:27
Será pq ele se foi ? Será pq estava capinando , virando um concreto , pintando uma csa , concentrando um carro?kkkk , essa é a realidade desses jovens de hj .
Sabonete 27 de Fevereiro, 2020 | 11:21
Infelizmente mais um que se foi

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO