Agressões, correria e tiros de borracha no centro de Ipatinga


Uma confusão generalizada começou por volta de 22h30 de domingo (23) no fim avenida Zita Soares de Oliveira, Novo Centro e começo da avenida Macapá, no bairro Veneza, em Ipatinga, nas imediações do local onde é realizado um evento de carnaval.

O Diário do Aço apurou que duas pessoas estão relacionadas como vítimas, uma mulher, M.C.L, de 49 anos e um homem, R.F.G., de 44. Eles foram agredidos por um grupo de pessoas. Inicialmente foi uma briga entre dois homens, que espalhou-se e envolveu outras pessoas.

Os policiais militares foram acionados por segurança do evento Carnariru, relatado que havia uma briga generalizada no início da avenida Macapá, no bairro Veneza I.

Ao chegar ao local, entretanto, policiais foram recebidos com pedradas e garrafas arremessadas por pessoas envolvidas ou que assistiam à confusão. Dois policiais foram atingidos nas pernas e tiveram escoriações leves.

Equipes do comando Tático Móvel (com maior capacidade para lidar com ocorrências de alta complexidade) precisaram usar armas não letais para dispersar o tumulto.

Foram lançadas granadas de munição química e efetuados disparos de munição de elastômero (borracha) para dispersar os agressores e encerrar o lançamento de pedras contra os policiais.

Ao fugirem do cerco policial, os infratores saíram em massa pela avenida Macapá e outros pela avenida Marechal Cândido Rondon, que margeia o ribeirão Ipanema.

Uma testemunha viu passando pela avenida Macapá um indivíduo vestido com uma camisa vermelha, que fugia com uma arma na mão, possivelmente um revólver.

Na perseguição, dois infratores avançaram contra uma viatura e provocaram danos na lataria. Os autores seriam cinco, dentre eles, um de 17 anos, três de 18 e um de 21 anos.

O evento carnavalesco no centro de Ipatinga tem entrada franca, mediante a entrega de um quilo de alimento não perecível e tem reunido milhares de pessoas desde o começo do carnaval, no sábado.


Polícia Militar dispersa briga generalizada em carnaval no Novo Centro de Ipatinga
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Joao 26 de Fevereiro, 2020 | 18:36
Brasil único país que tem esse merda que se chama de carnaval ,não trás benefícios nenhum aí só tem merda mesmo.tinha que acabar com essa pouca vergonha .
Kaio 26 de Fevereiro, 2020 | 11:22
SEMPRE !! terá essa galera que gosta de baderna de uma treta de causar uma desgraça tumulto e todos os nomes cabíveis, a casa foi foda dimais em realizar esse tipo de evento na cidade ate porque se n fosse o GARAJÃO n teria nada na cidade pra comemorar, estão de parabéns, BEM ORGANIZADO !! PELO MENOS DENTRO DO EVENTO EU VI ( policiais e seguranças circulando o tempo inteiro ) evitando confusões e outros problemas, agora das grades pra lá da portaria A CASA N SE RESPONSABILIZA POR ABSOLUTAMENTE NADA!!! pra quem foi no evento pra prestigiar e curtir numa boa tenho certeza que saíram satisfeitos depois desses 4 dias, não julguem a casa de show muito menos os policiais que fizeram um EXCELENTE TRABALHO descendo o sepo nesses babacas. ANO QUE VEM TEM MAIS !!
Kaio 26 de Fevereiro, 2020 | 11:07
SEMPRE !! terá essa galera que gosta de baderna de uma treta de causar uma desgraça tumulto e todos os nomes cabíveis, a casa foi foda dimais em realizar esse tipo de evento na cidade ate porque se n fosse o GARAJÃO n teria nada na cidade pra comemorar, estão de parabéns, BEM ORGANIZADO !! PELO MENOS DENTRO DO EVENTO EU VI ( policiais e seguranças circulando o tempo inteiro ) evitando confusões e outros problemas, agora das grades pra lá da portaria A CASA N SE RESPONSABILIZA POR ABSOLUTAMENTE NADA!!! pra quem foi no evento pra prestigiar e curtir numa boa tenho certeza que saíram satisfeitos depois desses 4 dias, não julguem a casa de show muito menos os policiais que fizeram um EXCELENTE TRABALHO descendo o sepo nesses babacas. ANO QUE VEM TEM MAIS !!
Wenderson Pereira Silva 25 de Fevereiro, 2020 | 19:20
Odeio carnaval, ainda mais quando tem qualquer tipo de gasto de dinheiro público no meio. Se querem se divertir, se os comerciantes querem ganhar dinheiro, que gastem do próprio bolso os valores para arcar com a festa. Não só o carnaval, qualquer tipo de evento festivo que tenha gasto de dinheiro público na minha opinião é imoral! Dinheiro público tem que ser destinado para a saúde, educação e segurança, se o povo quer divertir em festa que arque com os custos com oi dinheiro do seu próprio suor!
Tiago Neves 25 de Fevereiro, 2020 | 18:52
Passando só pra lembrar que o Cruzeiro está na série B!!
Fala Zezé, bom dia cara!
Carlos Eduardo 25 de Fevereiro, 2020 | 17:15
Cadê a organização do evento ? É a casa de show em frente que estava promovendo, nessa horas ele nem aparecem e nem dão uma nota de esclarecimento.
P2 25 de Fevereiro, 2020 | 08:42
EU PENSO ASSIM: CIDADÃO DE BEM NAO VAI PRA BRIGAR E SIM PRA DIVERTIR CERTO? ENTÃO ESSES BANDIDINHOS E ESSES QUE PAGAM DE ZÉ DROGUINHA, DEIXEM ELES SE MATAREM..NAO SEPARA NAO. OU DEIXE A POLÍCIA DA UM CORRETIVO NELES.... ALIÁS, POBRE SEMPRE SERA QUE E COM ESSAS ATITUDES VÃO MORRER POBRES KKK
Weber 25 de Fevereiro, 2020 | 05:51
Vejo muitos comentários aqui detonando a festa do carnaval devido a violência, acho que pra acabar deveria também acabar com o futebol, que também gera muitas brigas e morte, a também as religiões. Sim deveriam acabar com as religiões, afinal a intolerância religiosa não só mata no mundo todo, como gera até guerra que há séculos não acaba. Agora quando se trata de religião, vem um monte de "religiosos", contra. O que realmente falta é o respeito ao próximo e a opinião alheia. Gosto de carnaval e não acho justo me privar de pular carnaval por causa de alguns marginais, onde tem em qualquer evento público.
Eu 24 de Fevereiro, 2020 | 22:52
Simone, lixo são os pastores que usam o nome de Deus ,Pra praticar estelionato. Se enriquecem usando a fé de quem crê em um Messias.
Carnaval não é isso que foi mostrado no vídeo, o que o video mostrou são pessoas ignorantes, medíocres que não sabem curtir uma festa pública, sem vandalizar, brigar, tocar o terror.

O que tem que acabar não é o carnaval, é o ser humano que precisa reaprender a ser Humano.
Tatiana Rodrigues 24 de Fevereiro, 2020 | 21:08
Que bom que o policiamento se fez presente e dispersou a confusão. Se existe algo a ser feito para mudar esse quadro, é combater a violência que inclusive pode estar dentro da sua casa. Aplaudo a iniciativa de movimentar a cidade nesta época com a festa e percebo que mais pessoas, permanecem por aqui, não sei se por este motivo. É um evento que se aprimora a cada ano e penso que outros segmentos deveriam unir-se para qualificar ainda mais essa época, visto que o projeto é arrojado e propaga o nome da cidade.
José Edevagner Ambrozio 24 de Fevereiro, 2020 | 20:50
Que beleza bora samba!!!!!
Simone 24 de Fevereiro, 2020 | 15:01
carnaval é isso ai... carniça mundana! tem que acabar com esse lixo!!
Euzinha 24 de Fevereiro, 2020 | 14:28
Lamentável ! Ministério público tem que acabar com isso!
Sebastião Gomes 24 de Fevereiro, 2020 | 13:58
Penso que deveria ter este carnaval mais cedo, horario da tarde, onde a familia poderia lwvar seus filhos, evento noturno não cabe família e nem adolescente pois se torna um ambiente de libertinagem e de ilícito.
Mario 24 de Fevereiro, 2020 | 13:54
Pessoas se utilizam do mundo virtual, se empoderam e acreditam que pode falar tudo que querem. Há que separar os que ali vão com o intuito de se divertir, daqueles que vão intencionados a praticar algum delito. Não me venham com discursos ideológicos e religiosos. Cada um faz da vida o que bem quiser. Tenho pra mim que os que muito se importam com o alheio, certamente gostariam de estar la também!!!
Mariana 24 de Fevereiro, 2020 | 13:47
O Brasil impõem a ditadura do carnaval aos brasileiros, o que seria isso? Obriga mesmo quem não quer participar desta baderna generalizada, a conviver com esse lixo de festa, onde na maioria, "maioria", só participa criminosos, beberrões, pivetes, e todo lixo da sociedade, e com o dinheiro público! Deixamos de produzir, gerar renda, e sem falar do prejuízo aos hospitais públicos, gastos com recursos extras da segurança pública, destruição de patrimônios, propagação de doenças diversas, pertubação da Lei e da ordem no geral, um prejuízo para a nação! não digo que tinha que acabar, mas ao menos reduzir para um dia!
Altair Márcio 24 de Fevereiro, 2020 | 12:48
Infelizmente as pessoas não sabem nem ler nesse país por que a reportagem deixou bem claro que o ocorrido foi nas imediações do local do evento e não no local e estão aí generalizando e tratando pessoas de bem, que curtem sim o carnaval, e tratando todos como marginais. Pra quem não sabe é o Carnaval que movimenta a economia desse país no primeiro trimestre do ano, uma economia que está cada vez mais falida por um governo caótico de tanta incompetência, que não sabe o que faz. Se arma é coisa de bandido, por que tem tanto cidadão que "Se diz de bem" que defende sua liberalização. Há e, antes que me xinquem também e falem que estou defendendo porque estava lá, DETESTO MUSICA DE CARNAVAL!
Edmilson 24 de Fevereiro, 2020 | 12:13
Uma pena nos privar de ver os vídeos! ADORO ver essas cenas de SELVAGERIA gratuita. Hehehehe
Edson 24 de Fevereiro, 2020 | 11:37
Povo selvagem, carnaval serve para isso, perturbar o sossego de pessoas que trabalham e produzem nesse país, quem gosta disso são os baderneiros, marginais, gente que não tem ocupação na vida, povo de Ipatinga gosta de aparecer mas a maioria vive numa pindaíba.
Pesquisador 24 de Fevereiro, 2020 | 11:14
Na minha opinião tinha de acabar com esse carnaval de Rua se é que se pode chamar este vandalismo de CARNAVAL.. Maioria que frequenta este tipo de evento já vai intencionados
em aprontar, e pior de tudo dando trabalho para a POLICIA sendo que poderiam estar atuando em outras ocorrências significativas.. Parabéns policiais militares .. desce o KCT nesta vagabundagem mesmo
Arthur 24 de Fevereiro, 2020 | 10:39
Carnaval sendo Carnaval... todos tem isso mas é o lado que não mostra na Globo.sta...
Roberto 24 de Fevereiro, 2020 | 10:32
Infelizmente por causa de uma minuria ñ deve autorizar esse tipo de evento , nem todos mas algumas pessoas já vão pra lá só pra usar drogas e arrumar confusão , as pessoas do bem q querem divertir ñ conseguem pq vem uns noiados ( derrotados na vida ) e acabam arrumando confusão muitas das vezes por inveja . Por isso ñ participo mais desses eventos , acho q deveria ser em um ambiente fechado onde todos q entrasse fosse identificado inclusive fotógrafado assim seria mais fácil identificar ós baderneiros sendo impedidos de entrar nos anos seguintes.
Beatriz 24 de Fevereiro, 2020 | 10:01
Sempre tem aqueles que não sabem viver em sociedade, vivem à margem dela, marginais, para atrapalhar a diversão da maioria. Lamentável! Tantas famílias e pessoas do bem divertindo tranquilamente. ??
Manoel 24 de Fevereiro, 2020 | 09:07
O que impressiona, e que ainda existem defensores para este tipo de gente. Um ser que leva uma arma para o evento assina o atestado de criminoso no momento que saí de casa e ao meus olhos, tem que ser tratado como tal. Ainda bem que são minoria. Ah, agora entendo, é por isso que tem defensores, são minorias..... parabéns aos policiais, criminoso tem que ser tratado como criminoso. Não merece flores cafuné. Afinal, eles escolheram o crime.
Cristianne 24 de Fevereiro, 2020 | 09:02
Parabéns ao trabalho da Polícia. Carnaval tem que ter horário para começar e terminar. Aqui em BH a festa está linda, com famílias crianças e pessoas com deficiência participando. É um momento de alegria e muitas pessoas só revivem meses com o dinheiro arrecadado dessa festa. A rede hoteleira ganha, o comércio, pequenos vendedores. Todavia, é imprescindível que tenha horário de terminar. Álcool é uma droga legalizada que mata indiscriminadamente. Acho que o jornal tbm poderia ter postado a quantidade de alimentos arrecadados. Vale a pena falar do que foi bom também, aposto que tiveram boas notícias para serem divulgadas.
Roberto 24 de Fevereiro, 2020 | 08:52
Bando de gentalha à toa, vão caçar serviço bando de imprestáveis!!
Manuel 24 de Fevereiro, 2020 | 08:25
Carnaval em Ipatinga dá é nisso mesmo, afinal é a festa da carne, do pode tudo,do tudo liberado, em Ipatinga não é diferente, brigas, confusões, etc, uma alegria falsa, superficial, não vale a pena, o melhor e não e a a prefeitura nao autorizar mesmo, Ipatinga é uma cidade que as pessoas gostam de exibir, sempre foi, não tem nada tradicional, dá é trabalho para a polícia.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO