É carnaval? Pé na estrada

Em busca de diversão, lazer e descanso, muitas pessoas aproveitam o carnaval para viajar, já que é um feriado que pode chegar a cinco dias de folga, em determinados locais de trabalho. Com isso, estações rodoviárias e ferroviárias costumam ficar bastante movimentadas nos dias que antecedem o carnaval, com milhares de pessoas atrás de passagens.
Tiago Araújo


Tayane Gabriele passará o carnaval em Guarapari

No Terminal Rodoviário de Ipatinga, o Diário do Aço entrevistou algumas pessoas que planejavam viajar no carnaval. A estudante Tayane Gabriele Almeida, de 17 anos, contou que irá curtir o feriado na praia. “Vou para Guarapari, no Espírito Santo. Meus avós moram lá. Será a primeira vez que eu vou para essa cidade e pretendo retornar apenas na quarta-feira (26)”, disse.
Tiago Araújo


Helen Shirley viajará para Virginópolis nesse feriado

A comerciante Helen Shirley, de 36 anos, informou que preferiu o interior do que o litoral para viajar nesse feriado. “Vou para Virginópolis. Minha família é de lá. Na verdade, não gosto das festas de carnaval, então aproveito o feriado para ver os meus parentes. Dificilmente eu aproveito um feriado para viajar, por questões financeiras. Quando tenho condições, é preciso aproveitar, como essa agora”, afirmou.
Tiago Araújo


Luiza Lélis escolheu a capital paulista como seu destino turístico

Já a estudante Luiza Lélis, de 22 anos, optou por aproveitar o feriado na capital paulista. “Eu estou indo para a cidade de São Paulo. Meu namorado mora lá há algum tempo. Nós preferimos passar o carnaval na capital paulista mesmo, do que em uma praia. Quando fui comprar minha passagem, já estava bem cheio o ônibus. Restavam poucas vagas. Ainda bem que eu consegui comprar”, disse.

Destinos procurados
Em entrevista ao Diário do Aço, a gestora da agência O Giro, Edilene Lopes, afirmou que nesse ano o destino mais procurado pelos turistas para o carnaval é o Nordeste. “A cidade de Salvador (BA) fica em destaque nesse feriado, já que é conhecida por realizar o melhor carnaval. Além desse ponto turístico, existem outras praias que são bastante procuradas nesse feriado, por terem entretenimento durante o dia e noite. E nesse ano, devido à alta do dólar, houve uma procura muito grande pelos destinos nacionais”, afirmou.

Faturamento
Enquanto alguns reclamam dos cinco dias de ociosidade por causa do carnaval, outros comemoram. As atividades turísticas relacionadas à festa deverão alcançar o maior volume de receitas desde 2015, conforme a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Este ano, a CNC estima que o faturamento no carnaval deverá ser de cerca de R$ 8 bilhões, um aumento real de 1% em relação ao ano passado.

Os segmentos especializados em alimentação fora do domicílio, como bares e restaurantes, que devem movimentar R$ 4,8 bilhões; as empresas de transporte de passageiros rodoviário, aéreo e de locação de veículos rodoviários, R$ 1,3 bilhão; e os serviços de hospedagem em hotéis e pousadas, R$ 861,3 milhões. Eles responderão por mais de 88% de toda a receita gerada com o carnaval.

Autorização
Crianças e adolescentes que vão viajar desacompanhados dos pais ou responsáveis ou com apenas um dos genitores, pelo território nacional, precisam ficar atentos com a documentação necessária. Desde setembro do ano passado, não é mais necessária a autorização judicial para os menores de 16 anos viajarem desacompanhados, porém, é necessário uma autorização dos pais ou responsáveis, por meio de documento com firma reconhecida em cartório. A decisão foi proferida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em setembro do ano passado.

Um modelo de formulário de autorização é disponibilizado no site do CNJ para que os pais ou responsáveis possam preencher os dados da viagem e levá-los ao cartório para reconhecimento de firma.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO