Cruzeiro segue interessado no volante Foguinho

Divulgação Criciúma


Técnico Adílson Batista quer contar com o volante para a Série B deste ano

Foguinho, volante do Criciúma, segue sendo um dos alvos do Cruzeiro para esta temporada. Recentemente o clube mineiro colocou à disposição para empréstimo o lateral-direito Luiz Gustavo, o lateral-esquerdo Marcelo Hermes e o volante Guilherme Liberato para concretizar a negociação com Foguinho.

Porém, o clube catarinense já informou ter interesse em Judivan, que o Cruzeiro não tem a intenção de negociar. Apesar de a Raposa ter oferecido alternativas para fechar a negociação, o Criciúma não deu retorno se aceita a nova proposta.
A contratação de Foguinho é um pedido do técnico Adilson Batista, que acredita que o jogador tem perfil para ser segundo volante, já que ataca e defende com a mesma intensidade.

Além do Criciúma ainda não ter aceitado os termos da negociação, outro impeditivo é uma dívida do Cruzeiro com o clube catarinense referente à contratação do lateral-direito Ezequiel, em julho de 2016. O débito é calculado em R$ 250 mil.

Foguinho

O atleta tem 27 anos e começou a carreira no Grêmio. Também defendeu Pelotas, Ferroviário-CE, Ceará, Mirassol, Icasa, Oeste, Aparecidense-GO, Desportivo Chaves de Portugal, Cruzeiro-RS, Caxias e Criciúma.

Na Série B do ano passado, Foguinho foi bem individualmente ao marcar três gols e dar duas assistências em 20 jogos. Entretanto, sua equipe acabou rebaixada à terceira divisão na penúltima posição, com 39 pontos.

Foguinho jogou pela última vez no dia 5 de fevereiro, na derrota por 4 a 1 para o Santo André, pela primeira fase da Copa do Brasil. Desde então, ele ficou em tratamento de contratura na coxa. (Com informações do Superesportes)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO