A conquista de Monte Castelo

Vitória da Força Expedicionária Brasileira na 2ª Guerra completa 75 anos

Força Expedicionária Brasileira (FEB) foi o nome dado à força militar brasileira de 25.300 homens que lutou na Itália, ao lado dos Aliados, na Segunda Guerra Mundial.

Começou com uma divisão de Infantaria e acabou abrangendo todas as forças militares brasileiras que participaram do conflito. Adotou como lema “A Cobra Está Fumando”, em resposta a quem achava ser mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra.

Arquivo GB Imagem


Posição da artilharia da FEB nas proximidades de Monte Castelo em 1945
Inicialmente o Brasil se manteve neutro, colaborando minimamente com os Aliados e com o Eixo. Mas após o ataque a Pearl Harbor pelos japoneses, toda a América se sentiu ultrajada e tanto os EUA quanto o Brasil, por meio de um acordo previamente assinado no Panamá, entraram de forma ativa na II Guerra. Foi assim que Getúlio Vargas criou a FEB.

A FEB desembarcou na Itália em julho de 1944 e entrou em combate em setembro, no vale do Rio Serchio, ao norte da cidade de Pisa. As primeiras vitórias da FEB vieram em setembro, com a ocupação de Massarosa, a tomada de Camaiore e Monte Prano. Durante o rigoroso inverno daquele ano combateu nos Apeninos, em temperaturas de até vinte graus negativos e muita neve.

Em 21 de fevereiro de 1945 a FEB conquistou o Monte Castelo. Em Fornovo, cercou e aprisionou a 148º Divisão de Infantaria Alemã. Depois conquistou Turim e, em 2 de maio de 1945, em Susa, noroeste da Itália, fez junção com as tropas francesas.

Ao fim da campanha, a FEB aprisionara mais de 20.000 soldados inimigos, 80 canhões, 1.500 viaturas e quatro mil cavalos, saindo vitoriosa em 21 batalhas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO