Fred consegue rescisão na Justiça

Em entrevista feita pelo site Superesportes, com o advogado do atleta, José Eduardo de Resende, ele deixou claro que Fred já pode assinar contrato com outra equipe

Vinnicius Silva


Atacante conseguiu se desvincular do Cruzeiro e agora deve jogar no Fluminense

O atacante Fred finalmente está liberado para negociar com outros clubes. Isso porque a Justiça do Trabalho concedeu liminar favorável ao jogador, aceitando o pedido de rescisão indireta do vínculo de trabalho com o Cruzeiro, que deve salários, férias e FGTS ao atleta. O processo corre na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte.

Em entrevista feita pelo site Superesportes, com o advogado do atleta, José Eduardo de Resende, ele deixou claro que Fred já pode assinar contrato com outra equipe. "A gente quer negociar com o clube, inclusive havia sido feito acordo para liberação do jogador, mas depois houve orientação diferente. Por causa disso, tivemos que insistir na ação judicial. Para o Cruzeiro, essa liberação é positiva também. Quanto mais tempo ele ficar vinculado ao clube, mais aumenta o passivo", destacou.

Apesar da rescisão, as partes ainda estão ligadas pela dívida de R$ 10 milhões cobrada pelo Atlético. A diretoria alvinegra impôs essa multa na rescisão do atleta em caso de assinatura posterior com o rival. Ciente da cláusula, o jogador saiu do Galo em 22 de dezembro de 2017 e, no dia seguinte, fechou vínculo de três anos com a Raposa.
A segunda passagem de Fred pelo Cruzeiro foi apagada. Ele fez 69 jogos e marcou 25 gols. A atuação do atacante durante o Campeonato Brasileiro do ano passado, que marcou a queda inédita do clube, também foi muito criticada pela torcida.

Futuro

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, já deixou clara a intenção de contratar o atacante. A ideia do clube é firmar um contrato de dois anos com Fred, para que ele se aposente no tricolor, onde é ídolo.

Fred defendeu o Fluminense de 2009 a 2016. Terceiro maior artilheiro do clube com 172 gols, o atacante conquistou dois Brasileiros (2010 e 2012), um Carioca (2012) e uma Taça da Primeira Liga (2016) pelo clube.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO