Cruzeiro e Patrocinense ficam no empate

Neste domingo, equipes empataram em 1 a 1 em Patrocínio

Eder Terere/Light Press/Cruzeiro


Jogando em Patrocínio, o Crueiro empatou em 1 a 1 com o Patrocinense, em compromisso que foi válido pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. O gol celeste foi anotado por Maurício no último minuto do jogo. Com o resultado, o Clube Cinco Estrelas alcançou 11 pontos conquistados, mas com um jogo a menos.

Agora, a Raposa volta suas atenções para o confronto contra o Tombense, adiado da segunda rodada do torneio estadual. O certame está marcado para a próxima quinta-feira, 20 de fevereiro, às 19h15, no estádio Almeidão, em Tombos.

A partida
Longe de seus domínios, o Cruzeiro começou o duelo contra o Patrocinense estudando o adversário, mas tentando chegar com perigo na área do adversário.

O primeiro lance de destaque do confronto foi da Raposa aos três minutos com Alexandre Jesus avançando na área após passe de Everton Felipe. O atacante celeste limpou a jogada, mas chutou na rede pelo lado de fora.

No decorrer do primeiro tempo, o Cruzeiro continuou se comportando com um bom posicionamento defensivo, anulando todas as jogadas da equipe do Patrocinense.

Aos 32 minutos, quase um gol contra para a equipe cinco estrelas. Após jogada pela direita de Roberson, a bola ficou pipocando na área. Marcelo, lateral direito do time da casa, tentou cabecear para fora, mas quase balançou a própria rede.

Quando eram decorridos 46 minutos, Paulo Renê subiu alto e aproveitou bola vinda de cruzamento para cabecear e anotar o gol da Patrocinense.

Segundo tempo
O Cruzeiro voltou para a etapa final em busca de igualar o marcador logo aos cinco minutos. Roberson, cara a cara com o gol, tentou se desvencilhar do adversário e conseguiu finalizar. O gol cinco estrelas foi impedido por Thiago Passos, que fez boa defesa.

Em bela jogada construída pela lateral esquerda aos nove minutos, Marco Antônio recebeu passe de Maurício e escolheu arriscar uma bomba de fora da área. A bola passou muito perto da trave e morreu na linha de fundo.

Aos 40 minutos, o Cruzeiro teve chance importante em falta batida por Everton Felipe. A bola subiu, passou pela barreira, mas sem perigo para a defesa oponente.

No apagar das luzes, Welinton avançou na linha de fundo e cruzou para Vinícius Popó. O atacante cruzeirense tentou cabecear, a bola sobrou nos pés de Maurício e fuzilou para empatar o certame: 1 a 1.


Patrocinense: Thiago Passos; Marcelo, Alisson, Felipe e Pedro Rosa; Léo Costa, Rodney, Alemão (David) e Diego Luís (Jayme); Paulo Renê (Júlio Pacato) e Giba. Técnico: Thiago Oliveira

Cruzeiro: Fábio; Valdir, Cacá, Léo e João Lucas; Jadsom (Vinícius Popó), Pedro Bicalho, Maurício e Everton Felipe; Roberson (Welinton) e Alexandre Jesus (Marco Antônio). Técnico: Adilson Batista
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO