Galo vai jogar fora de casa na próxima fase da Copa do Brasil

O mando de campo já havia sido definido previamente em sorteio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

Bruno Cantini


Zagueiro Réver disse que o time precisa ser mais agressivo em campo

Depois de garantir com muito sufoco a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil na quarta-feira, ao empatar sem gols com o fraco Campinense, na Paraíba, o Atlético jogará mais uma vez longe de Belo Horizonte. O adversário da próxima etapa será conhecido na noite desta quinta-feira, no confronto entre Afogados-PE e Atlético-AC.

O mando de campo já havia sido definido previamente em sorteio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Agora, os duelos também são decididos em jogo único, mas sem a vantagem do empate para a equipe visitante.

Numa partida ruim, o Atlético chegou a correr riscos de tomar um gol do modesto adversário. "Campinense foi um time muito aguerrido, jogou pela vida. Do outro lado, uma equipe um pouco fria. A gente precisa colocar em prática o que treinamos durante a semana. A nossa agressividade tem que ser mais forte, porque só nome e camisa não vence mais jogo. A gente teve a prova disso há uma semana (derrota para o Unión) e fica mais uma lição", disse o capitão Réver.

Somente por ter avançado na Copa do Brasil, o Galo embolsará R$ 1,3 milhão. O clube alvinegro já recebeu R$ 1,1 milhão por ter jogado a primeira fase.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO