Operação apreende 20 quilos de maconha em Santana do Paraíso

Atualizada às 17:01
Um esquema do tráfico de entorpecentes foi alvo de uma operação policial no fim da tarde de hoje. A ocorrência foi registrada na rua Samambaia, bairro Águas Claras, em Santana do Paraíso. P.F.S., de 37 anos, foi preso por policiais que atuavam no patrulhamento do bairro e receberam informações da ocorrência do tráfico de entorpecentes.

Uma operação foi deflagrada pelo Comando Tático, sob o comando do tenente Lucas Emanoel e, no fim da tarde de quarta-feira (12) feita a abordagem ao suspeito de envolvimento com o crime no bairro. P.S. estava na condução de um VW Polo e trafegava em direção ao bairro Jardim Vitória. No interior do veículo, junto ao motorista foi encontrada apenas uma porção de maconha.

Os policiais foram verificar o porta-malas do Polo e lá encontraram uma sacola com 17 barras de maconha, que pensaram cerca de 20 quilos da droga, uma porção fracionada do mesmo entorpecente e um papelote de cocaína. Além da droga foi apreendida a quantia de R$ 390,35, e o carro, que segundo o tenente PM era alugado por P.S. para trabalhar em transporte de passageiros por aplicativo.

P.S. não tem passagens pela polícia, conforme informou o oficial Lucas ao Diário do Aço, e assumiu a posse da droga que teria sido adquirida em Governador Valadares. O policial acredita que ele transportava a maconha para outra pessoa, mas o destinatário do entorpecente não foi identificado.

O motorista foi apresentado ao delegado de Marcelo Franco Marino, na 1ª Delegacia Regional de Ipatinga, e autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. O carro alugado foi removido para o pátio credenciado pelo Detran.


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO