Sem trégua

Fernando Rocha

Divulgação


Fernando Rocha
Nem mesmo o pouco tempo de trabalho do treinador Dudamel, aliado ao fato de ser um estrangeiro ainda em busca de uma melhor adaptação ao futebol brasileiro, constitui motivo para a torcida do Atlético dar uma trégua a ele nas críticas e ter mais paciência com sua equipe.

O time de fato ainda não apresentou um desempenho satisfatório neste início de temporada, mas eu entendo que as críticas mais açodadas neste momento são precipitadas e até injustas. A vitória de 1 x 0 sobre a URT, em Patos de Minas, com um gol do argentino Di Santo, foi importante pelos três pontos conquistados e a manutenção da liderança no Campeonato Mineiro, mas o futebol mostrado outra vez deixou muito a desejar.

A falta de um verdadeiro ‘camisa 10’ para criar e armar as jogadas é evidente no time, o que resulta numa inoperância do ataque, além das atuações dos zagueiros serem comprometedoras. Como a bola não para de rolar, já nesta quarta-feira o Galo de Dudamel terá outra decisão fora de casa, agora pela Copa do Brasil, a competição que dá a maior e melhor premiação no futebol nacional.

O adversário será o Campinense de Campina Grande (PB), com a vantagem do empate para o Galo, que se perder será eliminado na primeira disputa, algo impensável e que poderia causar uma crise interna de consequências imprevisíveis.

Empate justo
O primeiro clássico do ano em Minas Gerais, Cruzeiro 1 x 1 América, teve u resultado justo pelo pouco brilho técnico mostrado pelas equipes, que se respeitaram mutuamente até mais do que seria necessário.

Se houve algum destaque individual neste jogo foi o jovem meio atacante celeste, Maurício, que, com apenas 18 anos de idade, foi o autor do gol celeste e fez várias assistências que o levaram a sair de campo mais uma vez aplaudido, reconhecido como o grande nome da partida, a maior revelação até agora do Campeonato Mineiro.

Esperava-se muito mais do América, por ter uma equipe bem melhor estruturada, cuja base do ano passado foi mantida, mas a quantidade de passes errados, sobretudo no meio de campo, comprometeu todo o esforço em busca da vitória.

FIM DE PAPO
• O próximo desafio desse time jovem do Cruzeiro será encarar a estreia na Copa do Brasil, competição da qual se tornou o maior vencedor da história ao levantar a taça por seis vezes (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018), tornando-se hexacampeão. A estreia será nesta quinta-feira (13), em Roraima, contra o São Raimundo, e um empate garantirá o time celeste na próxima fase. E vamos esperar para conferir a possibilidade do retorno de Marcelo Moreno, que seria contratado com a ajuda de investidores.

• Quem estreou muito bem no Módulo II, a segunda divisão estadual, foi o Ipatinga, que no sábado venceu o CAP por 1 x 0, no Parque do Sabiá, em Uberlândia. O gol da vitória quadricolor foi marcado por Tchô, cobrando pênalti, aos 26 do primeiro tempo. E tome sufoco depois disso, pois logo em seguida o jogador França foi expulso e, na segunda etapa, o árbitro também mandou o meio de campo Chub mais cedo para o chuveiro.

Mas a equipe comandada pelo técnico Gerson Evaristo teve garra e raça suficientes para garantir o placar e retornar da cansativa viagem ao Triângulo com os três pontos na bagagem. No próximo sábado haverá o reencontro com a torcida no Ipatingão, às 16h, para buscar a segunda vitória no torneio, contra o Athletic, o alvinegro de São João Del Rei.

• Se foi difícil para o Tigre conquistar a primeira vitória e iniciar com o pé direito a sua caminhada rumo à elite do futebol estadual, mais complicada ainda foi a situação dos torcedores que quiseram acompanhar o andamento da partida disputada no Parque do Sabiá. Tudo porque a inoperante Federação Mineira, com a desculpa de que ela mesma faria as transmissões dos jogos, proibiu a equipe do incansável e batalhador Fabrício Pereira de mostrar o jogo pelos canais da internet, como vinha sendo feito nos últimos anos.

• A Rádio Vanguarda/AM desativou este ano as transmissões esportivas, quebrando uma tradição de 38 anos que vinha desde a sua fundação. Por sua vez, a Rádio Vale do Aço/Timóteo só retransmite o sinal da Rede Itatiaia/BH e não faz futebol com equipe própria há anos, mesmo caminho trilhado pela católica Rádio Educadora de Coronel Fabriciano, que ainda tem se arriscado ultimamente, mas só no futebol amador da cidade.

• A Tropical FM de Timóteo, única no momento a transmitir futebol na nossa região com uma equipe própria, optou por fazer os jogos apenas de Atlético e Cruzeiro, restando aos torcedores do Ipatinga buscar informações na internet ou através de contatos com pessoas ligadas ao próprio clube, que estavam presentes no Parque do Sabiá. Quando a fase não é boa, a saída para superar as crises está na criatividade e no trabalho, e nunca devemos desistir. Como disse um dia o maestro Tom Jobim: - O Brasil não é para amadores! (Fecha o pano!)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO