Luiz Carlos Miranda é reeleito para o Conselho da Usiminas

O resultado foi conhecido na quinta-feira (6)

Wôlmer Ezequiel


O conselheiro recebeu 68,6% dos votos e permanece no cargo até 2022

Em eleição realizada em cinco estados onde há unidades do grupo Usiminas, o membro do Conselho de Administração, Luiz Carlos Miranda, foi reeleito para o cargo. O resultado foi conhecido na quinta-feira (6), totalizando 68,6% dos votos a favor do representante dos empregados e aposentados, que cumprirá seu terceiro mandato, até 2022.

Ele explica que o estatuto da companhia prevê que, de dois em dois anos, ocorra a eleição. “No dia 28 de abril completo quatro anos à frente do cargo, mas não há impedimento neste sentido. Vamos representar os empregados da Usiminas e os aposentados ligados ao grupo. A votação ocorreu em cinco estados: Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Espírito Santo e Pernambuco, todos com unidades da empresa”, detalhou Luiz Carlos.

Na primeira eleição, Luiz Carlos obteve 57% dos votos, no ano de 2016. Em 2018 alcançou 75% dos votos e no último pleito, 68,6%. “Neste momento, Edílio Veloso e eu temos trabalhado junto aos acionistas e à empresa em busca de um investimento maior, principalmente em Ipatinga, porque temos uma empresa de 60 anos e é a planta que precisa. Vamos trabalhar com muita força na questão da defesa intransigente dos empregados, principalmente na área de segurança. A empresa precisa rever seu plano de ação na área de Recursos Humanos, pois existe uma desorganização no que se refere ao enquadramento de funcionários, avaliações que não são realizadas conforme deveriam”, assegura.

O membro do Conselho de Administração acrescenta que buscará maior participação e entrosamento da empresa com as comunidades onde está inserida e que não é possível esquecer da questão ambiental. “Em Ipatinga temos uma empresa no meio da cidade, vimos aí a questão do pó preto e queremos que melhore ainda mais o investimento nesse sentido. Então, vamos trabalhar a segurança dos empregados, a questão ambiental e a valorização e humanização das equipes da Usiminas. Não podemos, em momento nenhum, fazer o que normalmente o capital faz, trocar as pessoas pelos números, queremos trocar os números por pessoas. O maior investimento que se pode fazer é em gente. Vai ser a nossa marca. Sabemos que temos uma missão difícil, pois sou a única voz do empregado, dos aposentados e da comunidade e vou me reunir, ouvindo a todos e batendo firmemente a defesa do direito, do passado e da história das pessoas”, conclui.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Mauricio Sergio Lima 08 de Fevereiro, 2020 | 12:20
Parabéns Luiz Carlos, você é o AUTÊNTICO representante dos trabalhadores da ativa e aposentado, parabéns e força e determinação sempre..

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO