Bloco Valentinas no Festival de Verão

Influenciado pela música afro mineira e o maracatu, grupo se apresenta com Douglas Netto

Nesta quinta-feira (6), às 20h, o músico Douglas Netto e o Bloco Valentinas sobem ao palco do teatro do Centro Cultural Usiminas, na programação do Festival de Verão do Vale do Aço.

Igor Silva/Divulgação


Alguns homens aderiram ao grupo, que no início era só feminino
Liderado pelo cantor, produtor musical e percussionista Geleia, o Bloco Valentinas une a música afro mineira ao maracatu e traz a força das manifestações carnavalescas, do tambor mineiro e da ancestralidade para um animado show.

Em cena, 20 integrantes tocam tambores e elevam a energia, ao lado de Douglas Netto (voz e guitarra) e Guilherme Lopes (contrabaixo).

O repertório vai do aineiro a músicas de domínio público, passando por canções de Maurício Tizumba, Lenine e Milton Nascimento, até chegar aos ritmos samba-reggae, ijexá, marcha-grave, Moçambique serra acima, Moçambique serra abaixo e congo dobrado.

O Bloco Valentinas faz dois anos em 2020. Inspirado no grupo Valentinas, de Timóteo, o bloco surgiu do desejo das integrantes de fazerem aulas de tambor e percussão para criar um grupo de maracatu.

Igor Silva/Divulgação


O novo espetáculo das Valentinas é com o músico Douglas Netto
Inicialmente o grupo seria formado só por mulheres, visando fortaleceu o feminino no universo da percussão, mas o projeto também conquistou alguns homens.

“Conheci o grupo Valentinas em uma apresentação na Praça do Coliseu, em Timóteo, e me inspirei para, junto com amigas e amigos, construir o que é hoje o Bloco Valentinas: um grupo de percussão que mostra a ancestralidade por meio do tambor mineiro.

Já nas primeiras aulas com o professor Geleia nos encantamos pelas batidas do tambor aineiro, não tivemos dúvida que esse era o nosso caminho e assim realizamos um sonho”, diz a publicitária e integrante do Bloco Valentinas, Enyály Poletti.

“O crescimento musical dos integrantes nas aulas de percussão com o Geleia nos deu segurança, identidade e clareza do caminho a seguir. Desde então, recebemos convites para apresentações em vários eventos culturais. Com o Douglas Netto, criamos esse show de música afro mineira”, conclui a produtora cultural e também integrante do Bloco Valentinas, Leila Cunha.

SERVIÇO:
Douglas Netto e Bloco Valentinas (MG)
Quinta-feira (6) - 20h
Teatro do Centro Cultural Usiminas

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia-entrada) e R$ 15 (ingresso solidário: doação de 1kg de alimento não perecível). Vendas na bilheteria do Centro Cultural Usiminas e do teatro Zélia Olguin, no quiosque do Shopping Vale do Aço e no site eventim.com.br. 
Informações: (31) 98829-9591. O evento é realizado pelo Instituto Usiminas, com patrocínio da Usiminas (Lei Federal de Incentivo à Cultura).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO