Com 131 quilos, moradora de Santana do Paraíso pede ajuda para emagrecer

Em entrevista ao Diário do Aço, Aline conta que tem o desejo de voltar a trabalhar, porém, como sofre de obesidade mórbida, fica difícil para se manter em um emprego, além de prejudicar sua saúde

Wôlmer Ezequiel


Aline Silva precisa colocar um balão gástrico, que reduz a capacidade do estômago e que custa cerca de R$ 12 mil

Com três crianças dentro de casa para sustentar e com contas a pagar, Aline Silva Oliveira, de 33 anos, moradora do bairro Cidade Nova, em Santana do Paraíso, passa por dificuldades financeiras, já que está desempregada no momento. Em entrevista ao Diário do Aço, Aline conta que tem o desejo de voltar a trabalhar, porém, como sofre de obesidade mórbida, fica difícil para se manter em um emprego, além de prejudicar sua saúde.

Para voltar a ter um peso saudável, Aline pretende colocar um balão gástrico, que reduz a capacidade do estômago e provoca a perda de apetite, contribuindo para o emagrecimento. Entretanto, conforme Aline, o valor desse procedimento chega a aproximadamente R$ 12 mil e a paciente não conseguiu o tratamento via serviço público. “No momento, estou desempregada. A minha saúde está muito prejudicada devido ao meu peso. Tomo medicamentos para depressão e pressão alta, que contribuem para eu engordar. Já tentei encaminhamentos médicos pela rede pública, mas não obtive sucesso. Está muito complicado e eu preciso trabalhar para sustentar meus três filhos, que moram comigo. No entanto, como eu tenho problema na coluna, deslocamento da bacia e tendinite nas duas pernas, fica muito complicado de trabalhar”, relatou.

131 quilos
Conforme Aline Silva, seu peso atual é de 131 quilos, o que classifica como obesidade mórbida. “Tenho ganhado peso rapidamente, e não é pelo fato de estar comendo muito. Eu preciso ser consultada por um profissional médico e fazer exames específicos para saber o que está acontecendo comigo. Se o problema está relacionado com hormônio ou algo do tipo. Nos últimos quatro meses, engordei quase 15 quilos. A minha médica me falou que é muito peso para esse intervalo de tempo. E eu só vou engordando mais. Eu posso ter um infarto ou parada cardíaca a qualquer tempo. Tenho muito medo disso ocorrer e eu deixar minhas crianças sozinhas nesse mundo. Por isso que estou pedindo ajuda”, explicou.

Portas abertas
Aqueles que têm vontade de conhecer de perto a situação de Aline Silva, ela se dispõe a abrir as portas da sua casa para os interessados em ajudá-la. “Basta entrar em contato comigo pelo telefone (31) 98968-2862. Quero ser o mais transparente possível. Essa campanha não é para tirar dinheiro à toa das pessoas, mas porque eu preciso mesmo dessa ajuda financeira. Se eu conseguir perder esse peso, vou conseguir voltar a trabalhar e sustentar minha família”, informou.

Balão gástrico
Aline Silva também explicou que preferiu colocar o balão gástrico do que fazer a cirurgia de redução de estômago, devido ao valor da operação. “No momento, eu preciso perder cerca de 67 quilos, e se for analisar, o ideal era fazer uma redução de estômago, que custaria cerca de R$ 25 mil, mas optei pelo balão gástrico, que fica em torno de R$ 12 mil, contando com acompanhamento de um nutricionista e psicólogo. Portanto, quem puder me ajudar, será muito útil, já que não tenho condições financeiras para arcar com essas despesas”, pontuou.

Os interessados em fazer algum tipo de doação, em dinheiro, podem depositar na conta 110.725-9, agência 1009-x, beneficiária Aline S. Oliveira, no Banco do Brasil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Mell 05 de Fevereiro, 2020 | 11:59
Vc tem ki ter objetivo na tua vida,ter determinação eu já pesei 140 kg hj estou cm 120 sabe o ki fez eu mudar minha força de vontade,percebi ki só eu poderia fazer isso por mim hj eu ainda acredito ki basta ter força de vontade e correr atrás e o ki faz cm quê mudamos pra melhor ,pra nós sentir bem atualmente vou ao trabalho de bicicleta,n e fácil mas eu sempre penso eu posso eu quero eu consigo,e vc consegue tbm se vc n tem uma bicicleta,n pode entrar em uma academia comece por andar aos poucos tudo exige paciência e meta dps vc vai corre um pouquinho e quando vc perceber já emagreceu 1 kg ki já vai fazer a diferença na tua vida,vc n vai emagrecer 50 kg em um mês mas pode junto cm uma dieta e a caminhada emagrecer devagar mas cm perseverança vc chega lá, todos os dias pra mim é um desafio mas sempre oro pra Deus pedindo ajuda pra n desistir pq ganhar e fácil mas emagrecer e uma verdadeira batalha cm nosso eu...Boa sorte
Sandra Regina de Sousa Ribeiro Borges 04 de Fevereiro, 2020 | 08:34
O problema em questão num todo desta moça, é sua falta de auto estima não por fora, mas por dentro, sem perspectiva alguma de querer regaça as mangas, olhar para seus filhos, e acreditar nela mesma, a gordura está sendo um refúgio pra pegar um atalho pra resolver uma situação da maneira mais fácil, ela precisa busca ajuda e ser honesta com ela mesma em primeiro lugar, e se comprometer, ter disciplina de aplicar e cumprir o q os profissionais de saúde passarão a ela, depende dela e mais ninguém ?
Rejane 04 de Fevereiro, 2020 | 08:06
Bom dia!
Estou impressionada com a falta de empatia de muitos.
Minha irmã está na fila do SUS para operar faz mais de seis anos.
E obesidade é algo muito que deveria ser olhado pelo SUS com muito respeito.
Essa mulher precisa de ajuda até mesmo com palavras positivas.
Mais amor e menos julgamento....
A vida é uma roda gigante ?
Veroka Macedo 03 de Fevereiro, 2020 | 23:33
Deus é Mais! Povo escroto, se não vai ajudar, não atrapalha! A maioria dos comentários que eu li aqui são ofensivos, cada um sabe de si e do que precisa, parem de falar asneiras.
Claudio/ Educador Fisico 03 de Fevereiro, 2020 | 23:24
A pessoa quando chega a uma situação dessa, peso que ela está , aparece vários problemas de saúde , inclusive nas articulação e ossos ,pressao alta ,por causa do sobrepeso tem pessoas que sem comer engordam , digo até com dietas , e não custa ajudar , eu teria o maior praser em poder te ajudar com o que cabe a minha profissão , pois ajudei uma mulher que pesava 110 kilos , e 1, 50 de altura a eliminar 57 kilos, com atividade física e reeducação alimentar e fidelidade .
Daduzi 03 de Fevereiro, 2020 | 20:16
Ela tem só 33 anos, deveria fazer atividade física e nutricionista antes de querer passar por essa cirurgia brutal.
Paola 03 de Fevereiro, 2020 | 19:38
Vou te ajudar com um valor q não é grande, mas vai somar com outros e vc vai conseguir. E para estes q comentaram q é só fechar a boca, reeducação alimentar e exercícios, ultrapassando o q os médicos indicam como no caso dela, vão cuidar de si próprios. O q funciona com um, pode não funcionar com outro...e é pra isso q os médicos estudam... várias soluções para o mesmo problema.
ALINE SILVA OLIVEIRA...VC VAI CONSEGUIR??
Maria da Conceição Aparecida Pereira 03 de Fevereiro, 2020 | 15:15
Boa tarde,eu a 1 ano e 3 meses fiz a redução de estômago pelo sus e ñ me arrependo.
Pesava mais q ela e sei como é difícil ser obesa,é triste como a sociedade aponta o dedo pra gente,e o pior q ñ sabem se temos problemas de saúde ou psicológicos.
No meu caso eu tinha hipotireoidismo e ñ conseguia emagrecer ai procurei a saber da bariátrica pelo sus e fiz,hoje peso 65 quilos estou muito feliz e saudável,mantenho uma alimentação saudável e faço exercícios.
Detalhe a cirurgia ñ é um milagre,temos q fazer reeducação alimentar e vigiar por que engorda d novo viu.
Eu pesava 136 quilos e hoje estou com 65 pela graça de Deus,boa sorte e procure o posto de saúde e se informe e Deus abençoe
Sartori 03 de Fevereiro, 2020 | 14:40
A 8 meses atrás, eu pesava 145kg com 1,60 de altura, hoje peso 92kg.. sabe como consegui perder 53kg? Fechando a boca e fazendo atividade física.. estou ainda em fase de emagrecimento.. sabe quanto foi meu investimento até agora? 90 reais por mês em uma academia.. A galera é muito cômoda.. quer emagrecer comendo batata frita enquanto assiste novela sentado no sofá! Para de preguiça e vai suar a camisa!
Maria das Graças Souza 03 de Fevereiro, 2020 | 14:04
Gente,tudo bem q o corpo deu uma modifcada... Mas a gente percebe pelas roupas,q algo está errado.Nao e se entupindo de calorias e depois gritar,como se os outros fossem os culpados.No SUS há ótimos profissionais q podem nos ajudar,mas temos q querer e não aguardar um milagre...Tenho 60anos,sempre fui gordinha,mas sempre corri atrás do prejuízo,se não as cadeiras, roletas etc,não me caberiam.No momento peso 87,5 e 1:58. Já cheguei há 104kg. Agradeço a minha nutricionista, Dra Elaine,do Hosp da lagoa.E a mim,tbm, pois de nada adianta estar c/ a dieta na mão e nada fazer.
.Portanto,criem coragem,se amém e vamos q vamos...
Gracielle 03 de Fevereiro, 2020 | 13:13
Me desculpa mais me poupe atualmente estou em processo de emagrecimento.. Peso 140 kg e não estou fazendo drama pra ninguém.. Sempre trabalhei e cuidei da casa e filhos.. Pessoas mal acostumadas que querem tudo de mão beijada..
Salete 03 de Fevereiro, 2020 | 10:57
Para os desavisados...o sus é o melhor sistema de saúde pública do mundo...nenhum país tem isso. Nem nas grandes potências...vamos apoiar.. porque sem o sus o Brasil afunda de vez. Ele precisa melhorar em alguns aspectos porém jamais acabar.
Juli 03 de Fevereiro, 2020 | 10:00
Bom dia, ela é maravilhosa e vencedora, ofereci meus trabalhos a ela é se ela estiver DISPOSTA orei entregar o meu melhor sem custo para ela ser MAGRA por INTEIRO e viver o extraordinário em todas as áreas da sua vida.
Beijos sua Coach de Emagrecimento definitivo Ju Bedin
Katia 03 de Fevereiro, 2020 | 09:21
O SUS pode não ser o melhor ,mas faz, peça encaminhamento e procure um Cirurgião que faça a BARIÁTRICA.
O processo TODO É FEITO DE GRAÇA.
Luana 03 de Fevereiro, 2020 | 09:06
A primeira ajuda...fechar a boca...ninguem pode fazer isso por ela...nem o SUS.
Renata Doneli 03 de Fevereiro, 2020 | 08:47
As pessoas julgam muito e falam do SUS como se ele fosse o melhor convênio do Brasil....só rindo mesmo!!!
Luci Lima Souza 03 de Fevereiro, 2020 | 08:45
Lindona vc é nova.... faça uma reeducação alimentar+exercícios e vc consegue.... não adianta colocar balão se sua cabeça não mudar.....vc está procurando o mais fácil....eu na reeducação já perdi 24 kg ...... determinação....sair da zona de conforto
Elisa Hott Souza 03 de Fevereiro, 2020 | 02:13
A diferença é que a reincidência da obesidade é muito grande usando o balao e a cirurgia bariátrica é coberta pelo SUS, inclusive as cirurgias plasticas reparadoras apos a perda de peso. Procure o UBS e peça o encaminhamento para o medico responsavel pelo Programa em Ipatinga. Se por acaso nao conseguir, entre com um processo contra os órgãos responsáveis.
Geli 03 de Fevereiro, 2020 | 01:41
Teria um balão pra diminuir tempo? Tempo em q muitos, ao invés de dar a mão, é as costas e a falta de respeito q nos mostram.
Q vc consiga garota ,o q precisa pra melhora de sua saúde , e q nós todos possamos conseguir ser melhores , em todas as situações , principalmente na de ajudar o próximo ?
Simone 03 de Fevereiro, 2020 | 00:15
Aline procura um posto de saúde mais próximo de vc! O sus faz bariátrica! Ainda mais que está prejudicando sua saúde!
Tania 02 de Fevereiro, 2020 | 21:44
Bom acho que não é mocinha para isso perdi quarenta kilos apenas com caminhadas e monitorando a comida. Seu peso não vejo necessidade fe medidas drásticas e como disse que não come muito então bora lá fazer atividades fazer
Cristina Teixeira Santos 02 de Fevereiro, 2020 | 19:58
Tem um remedio que chama noz da india que é uma semente muita boa pra perder peso eu estou tomando e estou amando
Karla 02 de Fevereiro, 2020 | 18:31
Jessica Bernardo tenha fé na vida , vc vai sim, melhor sua saúde. A luta e o longa mas a Vitória virá.
Karla 02 de Fevereiro, 2020 | 18:12
Aline e difícil conseguir ajuda para colocar o balão, sabe porque ? A obsidade infelizmente ainda e vista por muitos como uma condição em que o indivíduo como demais por isso está obeso , e só comer menos que emagrece, sei bem pelo que vc está passando e a ansiedade e a frustação só contribuem para o ganho de peso OBESIDADE E UMA DOENÇA E PRECISA DE TRATAMENTO . Aline torço para que vc consiga colocar o balão e seje muito feliz junto aos seus filhos ?
Magda 02 de Fevereiro, 2020 | 17:54
Nossa muito triste a história de vcs'',,li todos os comentários,e fiquei triste"faço exercícios físicos e vivo de dieta graças a Deus tenho otimo resultados"então oq tenho pra fala pra vcs todas""não dessista tudo na vida tem um porque"e um motivo"sem lutas não a, vitórias,,",,,,deus e contigo guerreiras"e todas vcs vão achar solução pra resolver esse problema da obesidade", acredite"a fé move montanha", abraços ?boa tarde
Eliane Farias 02 de Fevereiro, 2020 | 17:16
Balão gástrico não irá resolver o poblema,pois, ele tem tempo de ficar no estômago e retirado apos o tempo determinado,sem condições financeiras seria a melhor opção a bariátrica pelo sus....
Samuel Marek Reibscheid 02 de Fevereiro, 2020 | 17:06
O SUS faz a cirurgia gratuitamente
Erilda 02 de Fevereiro, 2020 | 16:04
Por se tratar de obesidade mórbida, riscos de comprometimento de saúde, O SUS cobre esse procedimento. Tem todo um caminho longo, um protocolo... Primeiro passo é uma consulta no posto médico onde ela será avaliada, fará alguns exames, será encaminhada... pode demorar...exige paciência. Mas, tomara que consiga as doações. desejo sorte.
Silvana Lima 02 de Fevereiro, 2020 | 14:30
Estou com muito mais peso q ela ñ é fácil mais estou fazendo reeducação alimentar
Faz um tempo q estou tentando a bariátrica só q essa fila parece q ñ anda ?
Jacira Antonia Martins Gomes 02 de Fevereiro, 2020 | 13:56
Pois eu ja pesei 135 hoje peso 87 fiz reducao fiquei quase 2 anos na fila do sus nunca fiquei deitada sempre fiz atividades fizica nunca pedi nen culpei ninguem por ser gorda pois quem comeu fui eu .ta ruim pra tds tudo muito caro .agora tds pode operar so ir no posto medico eles te poe na fila e so aguarda .minha barriga e horrivel cai na perna os bracos as coxas tudo ta muito feio e ja to na fila pra operar .que deus me ajude .corra atras do q precisa querida .boa tarde.
Jéssica Bernardo 02 de Fevereiro, 2020 | 12:55
Eu também preciso de ajuda eu tenho 27 anos tenho 2 filhos to em uma faze da minha vida q não aguento mais viver assim meu peso hoje é de 180 kilos sinto muitas dor no meu pé no meu joelho faltar de ar tenho muito medo de morre e deixar meus filhos preciso de ajudar ñ tenho condições nem uma não trabalho pego 82 reais de bolsa família eu ñ tenho voltade de viver de faze mais nada

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO