UPA do bairro Primavera é inaugurada

Solenidade reuniu lideranças políticas e moradores

Bruna Lage


Equipamento fica localizado no bairro Primavera
Atualizado às 10h14
Entrará em funcionamento nessa segunda-feira (27), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Geraldo dos Reis Ribeiro, no bairro Primavera, em Timóteo. O equipamento, localizado na avenida Monsenhor Rafael, 900, tem capacidade para atender 200 pessoas por dia. A solenidade de abertura reuniu, na noite de sexta-feira (24) diversas lideranças da região, familiares do ex-prefeito Geraldo dos Reis Ribeiro, que dá nome ao prédio, e representantes da sociedade civil.

O prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, celebrou o momento, que classificou como um dos grandes marcos de sua gestão. “Esse equipamento público é muito importante para nossa cidade, um bem precioso. Na noite de hoje, meu sentimento não é diferente do de todos. Esse momento foi esperado e sonhado há quase uma década", ressaltou. "Muitos de vocês que estão aqui hoje tem participação direta, outros, de forma indireta. E se tornou possível porque houve uma somatória de forças. Ao olhar para trás, é impossível não lembrar do cenário que encontramos quando tomamos posse, digno de terra arrasada, com furto do patrimônio público e sem perspectiva da aquisição dos equipamentos para funcionar bonito como estamos vendo hoje".

O prefeito concluiu o discurso celebrando a inauguração da UPA. "Mas o pior era a descrença, a desconfiança de que isso nunca se tornaria realidade. Com alguns poucos meses, esse local ganhou nova vida, vozes e passamos a ter credibilidade. Todos os deputados aqui presentes nos permitiram tirar esse projeto do papel. O mais importante de tudo isso não é a cifra, e sim o sentimento que representam”, agradeceu.

O secretário Municipal de Saúde, Eduardo Morais, frisou que seria necessário agradecer de joelhos pela inauguração da UPA. “A ampla maioria entendeu que o importante é fazer políticas de estado e trabalhar unidos a favor do crescimento do município. Estamos felizes de participar desse sonho que se torna realidade. Quando assumimos, há pouco mais de um ano e meio, encontramos essa unidade totalmente abandonada e por determinação do prefeito iniciamos e retomamos a obra, que foi concluída com qualidade, zelo e transparência. A secretaria municipal irá acompanhar a gestão dessa UPA, temos por missão fazer o melhor para nosso povo”, assegurou.

Quem também prestigiou a inauguração da unidade foi o deputado federal Hercílio Coelho Diniz (MDB), que destacou o trabalho coletivo realizado em prol do Vale do Aço, com a contribuição dos representantes ligados à região. “Pude dar minha contribuição, assim como os colegas deputados e estou feliz em ver essa obra concretizada”, salientou.
Filho de Geraldo Reis, Ângelo Ribeiro agradeceu a todos pela homenagem feita ao pai, que dá nome à unidade. “Pela cidade as pessoas têm me dito que é merecida e fico feliz com isso”, afirmou.

Imbróglio
Até a conclusão total do prédio, desde a realização de chamamento público de Organização Social de Saúde (OSS) para fazer a gestão compartilhada da UPA até o início das operações foi um longo percurso, aponta o governo municipal.

A homologação para a construção da unidade pelo Ministério da Saúde foi feita em 2011 e a primeira ordem de serviço para início das obras foi assinada em março de 2014, com um custo estimado em R$ 2,6 milhões. Em fevereiro de 2018, uma nova ordem de serviço foi assinada, após mais de dois anos e seis meses de obra paralisada. Ao tomar posse e conhecer o estágio da UPA, a atual gestão destaca que deparou com 62% do seu cronograma executado.

Em pouco mais de um ano e meio, o governo municipal concluiu a obra, realizou licitações para a aquisição de equipamentos hospitalares e promoveu um chamamento público que definiu a Organização Social de Saúde que fará a gestão compartilhada da unidade.

A unidade
O valor total da obra é de R$ 3,7 milhões. A UPA de Timóteo é do Tipo 2, nível 5, funcionará 24 horas por dia, sete dias da semana, com seis médicos, sendo três profissionais (dois clínicos e um pediatra) no período diurno, e outros três (também dois clínicos e um pediatra) no período noturno. A gestão está sob a responsabilidade do Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus. A unidade ocupa uma área de 1.380 metros quadrados no bairro Primavera, com capacidade de atendimento para 200 pessoas por dia.

Homenagem
A UPA de Timóteo leva o nome do ex-prefeito Geraldo dos Reis Ribeiro. Natural de Rio Piracicaba, ele teve uma vida dedicada à militância política e social no Vale do Aço e, especialmente, em Timóteo. Foi presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Timóteo e Coronel Fabriciano (Metasita), sendo o responsável por intermediar a insatisfação dos operários da Usiminas contra as condições de trabalho e da segurança rígida da empresa que culminou com o Massacre de Ipatinga, em 7 de outubro de 1963. Geraldo Ribeiro foi prefeito de Timóteo entre os anos de 1976 e 1982; e deputado estadual entre 1983 e 1987.

Enquanto prefeito, ele finalizou e inaugurou o Posto de Saúde da Praça 29 de abril (antiga Fundação de Assistência Social de Timóteo – FAST). Geraldo dos Reis Ribeiro faleceu em 2 de maio de 2018, aos 82 anos.

Centro de Saúde João Otávio
Com a inauguração da UPA, o Executivo timoteense informa que o Centro de Saúde João Otávio, que funciona no bairro Olaria, será fechado para reforma, com exceção do laboratório de análises clínicas, que vai continuar atendendo as unidades municipais de saúde. No caso dos servidores que atuam no Centro João Otávio, os que estão irregulares, ou seja, sem concurso ou processo seletivo, serão desligados, conforme recomendação do Ministério Público. Os demais servidores e médicos serão realocados em outras unidades de saúde, aponta o governo.

Linhas de ônibus
Os horários da Autotrans, linha 141.1 Bela Vista - Terminal de Integração, serão alterados diariamente nos dois sentidos, e passarão pela avenida Monsenhor Rafael, em frente à UPA 24h Geraldo dos Reis Ribeiros. A alteração ocorre a partir de domingo (26).



UPA do bairro Primavera é inaugurada
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Ze Maria 26 de Janeiro, 2020 | 08:18
Concordo integralmente com Adriano.
Torneira comum em ambiente hospitalar é dose.
Já começou errado.
Muito dinheiro na obra pra nada.
Lisa 26 de Janeiro, 2020 | 08:13
Oh Cleide.
Ele não fez mais que obrigação.
Pagamos tantos impostos pra isso.
Além do mais, ele não tá lá de graça, num é??
Neide 26 de Janeiro, 2020 | 06:19
Cadê as luzes de led nas principais avenidas dessa cidade.
Ha ANOS e anos estamos pagando caro a taxa de iluminação pública e o prefeito só poe nos bairros mais afastado.
Sera porque?
Ano de eleição?
Estamos de olho.
Poe nas avenidas também, afinal de contas não é de hoje que pagamos caro por isso.
Orozimbo 25 de Janeiro, 2020 | 22:15
Seria coerente lembrar quem começou essa obra. A própria matéria diz 62% da obra concluída.
Querer ter crédito somente para a atual administração é deslealdade. A atual administração só terminou o que havia começado. Tem méritos quem terminou mais ainda quem começou!
Cleide 25 de Janeiro, 2020 | 16:23
Oposição enraivecida, ele conseguiu inaugurar. As mães que não tem onde levar as crianças quando passam mal a noite, agradecem! Reclamar é fácil...fácil....fácil....
João Pedreiro 25 de Janeiro, 2020 | 13:35
Esse prefeito gosta de pintar as coisas.
Pinta tudo pra ludibriar o povo.
Assim, parece que está fazendo alguma coisa o que na realidade não está fazendo nada demais. Tinta é barato, considerando a arrecadação que gira nesse municipio.
Pelo menos pintando engana boa parte dos eleitores para tentar se reeleger.
Obra importante mesmo zero. Infraestrutura zero. Entra um político, depois entra outro e é sempre a mesma coisa. Tenho vergonha dos políticos nessa cidade.

Cidadã 25 de Janeiro, 2020 | 12:30
Aos reclamante acima, só digo que "Quem o pouco não agradece, o muito não merece".
É necessária a cobrança da comunidade sim, mas não se acostumem a só reclamar. Isto faz mal à saúde!
Adriano a 25 de Janeiro, 2020 | 07:46
Uma coisa que não dá pra entender , e pra quem já esteve lá, e como um governo gasta milhões em uma obra, e acaba colocando umas torneiras simples, onde todos sabem que
TORNEIRAS DE LAVATÓRIOS E PIAS de hospital deVEM POSSUIR COMANDOS PARA
FECHAMENTO DA ÁGUA QUE DISPENSEM O CONTATO DAS MÃOS pra evitar o contato manual prevenindo assim a contaminação cruzada e/ou proliferação de doenças principalmente em hospitais, clinicas, centros cirúrgicos, então era tão simples de fazer, apenas colocando umas torneiras com alavancas ou 1/4 de volta, que podem ser acionadas com o cotovelos assim que foi usada! Agora imagina médicos , funcionários em geral , acaba de lavar a mão para não ter contaminações , e tocar com a mão de novo na torneira para fechar!
Amarilis 25 de Janeiro, 2020 | 06:52
Próxima vez elimine os foguetes.
Os animais (cachorros) não precisam sofrer por incompetência suas.
Faça com cidades de ponta, não precisa de festa, apenas faça que a população enxerga.
Enquanto isso, enquanto o municipio faz festa, a rua rosa próximo ao Joãozinho lanches sofrem com buracos a quase um ano.
Se quiser ilustre prefeito fazemos festa também, assim que reforma os buracos da via.
Detalhe, mas sem foguetes, afinal não pago meus impostos para fazer festa e sim pra manter uma cidade adequada.

Ana Maria 25 de Janeiro, 2020 | 06:42
Muita festa pra pouca coisa.
Hospital que é bom nada.
De quebra invés de manter também a do olaria, que certamente desafogaria o atendimento, a "fecha pra reforma".
Igual fecharam a ponte velha.
Quase 10 anos pra reformar e um toco de dinheiro "investido".
Esses politicos viu!
Vânia Rebelo 25 de Janeiro, 2020 | 06:14
Depois de longos anos de espera, a obra está entregue aos cidadãos. Parabéns ao prefeito de Timóteo, que tem mostrado responsável com a coisa pública. No mais, fico pensando como que o ex-prefeito médico não teve capacidade de terminar à obra da UPA no bairro Primavera.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO