Jacaré é capturado em piscina em Coronel Fabriciano

Réptil estava dentro de piscina e foi descoberto por crianças que brincavam ao redor do local

Márcia Leitão


Crianças viram "algo escuro" em piscina e, quando adulto foi verificar, descobriu o jacaré, que foi capturado e colocado em um tambor

Uma ocorrência incomum foi atendida pelo Corpo de Bombeiros Militar, na tarde de quarta-feira (22), no bairro Pomar, em Coronel Fabriciano. Um filhote de jacaré foi encontrado dentro da piscina de um dos sítios existentes no local.

A moradora de um dos sítios, Márcia Leitão, explicou em entrevista ao repórter Fernando Silva, da Rádio Itatiaia Vale, que algumas crianças brincavam ao redor da piscina, quando perceberam que havia uma “mancha escura” no fundo da piscina.

As crianças chamaram adultos para mostrar a descoberta e, uma pessoa que limpa a piscina, conseguiu retirar o alvo da preocupação das crianças, quando descobriu-se que era um filhote de jacaré.

O animal foi colocado em um recipiente e o Corpo de Bombeiros acionado para recolher o réptil. Não se sabe como o filhote de jacaré foi parar na piscina, visto que o bairro Pomar está longe do habitat desse tipo de animal.

Uma das possibilidades é que haja nas proximidades algum criador e o filhote pode ter escapado do criatório, o que poderá ser investigado pela Polícia de Meio Ambiente. O jacaré é um animal silvestre e sua criação particular depende de criatórios credenciados pelos órgãos oficiais.

O filhote recolhido em Coronel Fabriciano deverá ser devolvido a um ambiente natural, depois de passar por observação técnica.

O dia em que a onça fugiu

Essa é a segunda ocorrência de animal silvestre capturado na área urbana do Vale do Aço. No dia 9 de janeiro, conforme noticiado pelo Diário do Aço, uma onça-parda (suçuarana) foi encontrada em uma casinha de cachorro, no bairro Veneza II, em Ipatinga. A exemplo do jacaré em Coronel Fabriciano, ninguém conseguiu descobrir de onde saiu a onça.

Assustado com o alvoroço criado, o felino iniciou uma fuga enlouquecida pela cidade e passou por várias ruas, enquanto equipes dos Bombeiros Militares tentavam fazer a captura. A “novela” só terminou no fim da tarde, depois que a onça pulou o muro da Escola Municipal Benvinda Moreira Pacheco, no bairro Caravelas, e acabou cercada, dopada e capturada.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO