Ladrões invadem comércio e furtam, em Antônio Dias

O crime foi praticado às 3h51 da madrugada de terça-feira (21), no estabelecimento comercial localizado nas proximidades do trevo de Antônio Dias

Reprodução


Câmeras de segurança registraram toda a movimentação dos ladrões no interior do comércio

A polícia procura por dois homens que invadiram um comércio e furtaram diversos produtos, em Antônio Dias. O vigia do local disse que fugiu quando os ladrões chegaram.

O crime foi praticado às 3h51 da madrugada de terça-feira (21), no estabelecimento comercial localizado nas proximidades do trevo de Antônio Dias.

Imagens das câmeras de segurança mostram que dois criminosos invadiram o estabelecimento para o furto.
O proprietário, F.B.M., de 41 anos, informou à Polícia Militar que dois homens pularam a cerca atrás do comércio, arrombaram a porta dos fundos, onde funciona uma cozinha, com o uso de barras de ferro, e furtaram um televisor LG, de 32 polegadas, além de dinheiro dos caixas e bebidas.

A gravação do sistema interno de vídeo mostra que a ação durou cerca de 30 minutos. As imagens também mostram que os ladrões usaram no deslocamento um veículo que pode ser um VW Gol modelo antigo (quadrado) ou um Fiat Uno.
Havia um vigia no estabelecimento, cujo depoimento ainda é avaliado pela polícia em função de contradições encontradas.

Por fim, o funcionário disse que fugiu do local quando os ladrões chegaram e não acionou nenhuma ajuda.

O furto foi descoberto apenas no começo da manhã de terça-feira, quando outros funcionários chegaram para trabalhar. O caso ainda está em apuração.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Bolsonaro 21 de janeiro, 2020 | 21:15
Sei não hein vigia ,conta essa história direito.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO