Moda ecológica, Couromoda, o vaivém

Wagner Penna e as novidades do mundo fashion

Carol Salgado/Divulgação


A moda de Ronaldo Silvestre: economia circular com estilo
MODA CIRCULAR
A expressão da moda na moda é ‘economia circular’. Já utilizado em outros setores produtivos, esse processo agora chegou com força total ao circuito fashion, com resultados animadores para a chamada geração ‘millennials’, ou seja, para a turma cuja idade fica em torno dos 30 anos e promete consumir tudo de maneira diferente.

A diferença é que eles avaliam como o processo de produção do que irão comprar foi desenvolvido, se houve correto reaproveitamento de materiais descartáveis, se a mão de obra usada não foi explorada, se a fabricação não gerou muita poluição e mil outras coisas assim.

Parece que é marketing, mas não é. No Brasil eles somam quase 70 milhões de pessoas, metade delas pronta para comprar com o espirito de consumo consciente. Quem não entrar nessa economia circular perde clientes e faturamento. Virou um bom negócio. Em Minas Gerais, um dos adeptos da economia circular na moda é o estilista itabirano Ronaldo Silvestre.

////

Divulgação


O estilo de Nova Serrana na Feira & Moda de SP
COUROMODA
O mês de janeiro chegou com boas novas para o circuito fashion. Para começar, o Natal vendeu bem e o varejo pode fazer reposição de estoque tranquilamente. Para atendê-los, as marcas agilizaram o lançamento de inverno 2020.

O primeiro passo dessa caminhada foi a Couromoda, em São Paulo, com novidades em sapatos & bolsas e algum vestuário) na feira e nos salões de negócios paralelos, como a Nova Serrana Feira & Moda e a Feira TM.

O resultado das vendas foi além do esperado. Os dados informam que, em algumas marcas, as vendas cobriram três meses de produção, isto é, até março. Mais importante ainda, mas isso é um sinalizador positivo para todo o setor. E vamos em frente.

Divulgação


O estilo de Nova Serrana na Feira & Moda de SP
NOVA SERRANA
Principal polo calçadista de Minas, as indústrias de Nova Serrana & região organizaram uma feira própria, numa iniciativa do Sindinova - Sindicato Intermunicipal das Industrias de Calçados de Nova Serrana -, para vender o inverno 2020.

Em sua terceira edição, a Nova Serrana Feira & Moda, foi no Anhembi, com muitos compradores nos estandes. De botas a sandálias, passando por tênis – o forte na produção da região -, mostrou o bom estilo da indústria local. O prefeito Euzébio Lago e o secretário de Industria e Comércio, Marco Aurélio Lacerda, prestigiaram o evento, sendo recebidos pelo presidente do Sindinova, Roberto Andrade Lacerda.

VAIVÉM
* A temporada de lançamentos para o inverno 2020 no atacado mineiro já começou. Na praça de Beagá, as principais marcas testam as vendas. Entre as marcas que mostram seu pré-lançamento invernal está a Romaria, cuja coleção é inspirada em Sevilha. No inicio de fevereiro, repetem a dose com lançamento oficial. Mas o grosso do assunto acontecerá em março. ***

* A semana de moda na Europa começou com os desfiles em Londres. O clima de guerra entre EUA e Irã não afetou o vaivém da passarela, mas a moda já reflete as disputas políticas com roupas mais agressivas ou, na outra ponta, quase infantis. Traduzindo: a moda também polarizou. ***

* Quem trabalha com sapatos & bolsas teve uma semana concorrida, com a Francal e os salões de negócios em São Paulo, que, na verdade, servem de termômetro para as vendas no resto da estação invernal. Depois, eu conto aqui como foram as vendas paulistanas. ***

* A mídia fashion ganha novos contornos, em fase pós-influencers e blogueiras. Uma pesquisa norte-americana indica que caiu vertiginosamente as seguidoras das meninas que mostram seu look do dia como ‘inspiração’ para as fãs. Outra novidade: as revistas impressas retomam o fôlego, após um período de baixa diante das mídias sociais. Amém.

PONTO FINAL - No circuito internacional, acontece em Paris a Semana de Alta-Costura, com o mais luxuoso dos luxos em termos de moda. Obviamente, marcas como Dior, Chanel e Louis Vuitton estarão lá, com seu mundo de arte & costura. Embora tenha diminuindo muito nos últimos anos, o comércio de luxo ainda é a ponta de lança das grifes importantes.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO