Cano rompido desperdiça água no bairro Porto Seguro

As falhas no abastecimento têm sido um tormento para moradores de vários bairros nas cidades do Vale do Aço e qualquer desperdício é visto com indignação

Enviado por leitor


Esse vazamento de água é um problema que ocorre há mais de um ano, conforme os moradores

Enquanto falta água para os moradores do bairro Porto Seguro, em Caratinga, um cano da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) jorra água na BR-458 e desperdiça o líquido. A pista da rodovia chega a ficar inundada, de tanta água desperdiçada, o que revolta os moradores do Porto Seguro. As falhas no abastecimento têm sido um tormento para moradores de vários bairros nas cidades do Vale do Aço e qualquer desperdício é visto com indignação.

O empresário Wagner Salles, que é morador do bairro, informou ao Diário do Aço que esse problema de vazamento de água ocorre há mais de um ano, no Porto Seguro. “Os funcionários da Copasa passam perto desse cano quase todos os dias e veem essa água sendo desperdiçada, mas não tomam uma providência. Têm alguns comerciantes mais antigos do bairro, que falam que esse problema ocorre há uns dois anos. Ou seja, é um absurdo isso”, reclamou.

Procurada pelo Diário do Aço, a Copasa informou, por meio de nota, que já trabalha para resolver o problema dos moradores. “A manutenção corretiva da rede de água localizada no bairro Porto Seguro, em Caratinga, foi realizada na manhã desta quarta-feira (15)”, concluiu a nota.

Caso recente
O caso mais recente de falta de água na região foi na rua Jenipapo, no bairro Limoeiro, em Timóteo, publicado pelo Diário do Aço na terça-feira (15). Os moradores reclamaram que ficaram cinco dias sem água em suas residências. Durante esse tempo, eles enfrentaram bastante dificuldade para tomar banho, lavar roupa, fazer comida e outras atividades do cotidiano.

A Copasa informou que utilizou, até, um caminhão-pipa para abastecer os moradores, enquanto o fornecimento não era regularizado na rua Jenipapo. Já o motivo da falta de água, conforme a Copasa, foi devido à falta de energia elétrica no Sistema Produtor do Vale do Aço, por parte da concessionária responsável.

YouTube

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO