Equipes de Defesa Civil de Minas estão preparadas para atender a emergências no período chuvoso

Alagamentos, deslizamentos de encostas, rachaduras na casa e movimentação do solo são os principais problemas enfrentados

Luciano Campanato / Agência Brasil


Qualquer pessoa que quiser se informar sobre sua região deve mandar SMS para o número 40199 com o CEP da sua residência

Com a chegada do período chuvoso, o Estado está preparado para atender a qualquer urgência. Segundo o coordenador-adjunto da Defesa Civil de Minas Gerais, tenente-coronel Flávio Godinho, o plano de emergência pluviométrico vem sendo executado antes mesmo de as chuvas começarem. Inicialmente, os agentes de cada município mineiro passaram por capacitações. Além disso, foi criada uma equipe estratégica, com participação de diversos órgãos estaduais para assegurar respostas rápidas em caso de necessidade.

Também é possível saber se há risco de alagamento por meio de um serviço gratuito oferecido pelo Governo de Minas, em parceria com o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam). Qualquer pessoa que quiser se informar sobre sua região deve mandar uma mensagem de texto (SMS) para o número 40199 com o CEP da sua residência ou do lugar que quer monitorar. Os alertas são disparados com duas horas de antecedência.

O tenente-coronel Godinho destaca que a população deve adotar medidas de segurança em casos de alagamentos e deslizamentos, comuns na época das chuvas. “Mesmo que seja em seu próprio veículo ou a pé, a pessoa não deve se aventurar a se deslocar em um lugar alagado. A recomendação é esperar o nível da água baixar”, explica o coordenador-adjunto.

Ele ainda lembra que a vegetação das encostas deve ser preservada. “Quando há desmatamento, o terreno fica frágil. Isso se soma à água do período chuvoso e tendem a ocorrer deslizamentos”, diz.

Diante de qualquer problema, a população pode ligar para a Defesa Civil no número 199, ou para o Corpo de Bombeiros, no 193. Se houver sinal de trincas na estrutura da casa e movimentação de solo a pessoa deve deixar o espaço e chamar o 199. “Com isso, um técnico da Defesa Civil poderá ir até o local fazer uma vistoria”, afirma.

(Agência Minas)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO