Família de Ipatinga faz campanha para trazer corpo de vítima morta no MT

Vítima de 17 anos foi assassinada a tiros durante a noite do último sábado, em Aripuanã, no estado do Mato Grosso

Divulgação


Ruan Pablo tinha 17 anos e morreu ao ser atingido a tiros no sábado à noite

A família de Ruan Pablo Costa Oliveira, de 17 anos, assassinado a tiros na noite do último sábado (28), realiza uma campanha para trazer o corpo dele para o Vale do Aço. O crime ocorreu no centro da cidade de Aripuanã, no estado do Mato Grosso, o caso está em investigação, mas a primeira suspeita é que seja um latrocínio (roubo seguido de morte).

A polícia foi acionada por volta das 23h30 e foi informada que nas proximidades da Apae da cidade havia acabado de ocorrer um homicídio. Policiais militares e investigadores da Polícia Civil se dirigiram para o local onde a vítima estava caída, já sem vida. Ela apresentava perfurações provocadas por disparos de arma de fogo na cabeça, pescoço e costas, possivelmente de duas armas de fogo diferentes.

O jovem estava trajando shorts e camiseta moletom com capuz de cor amarela. A polícia foi informada de que dois homens em uma moto Honda Bros vermelha foram os autores do crime; mas a identificação dos assassinos não foi repassada. O corpo da vítima foi encaminhado para os procedimentos de necropsia, após a realização da perícia de crime.

Os policiais realizaram diligências no intuito de identificar os suspeitos e foram informados que, na mesma noite do crime, uma pessoa apareceu gritando em frente a uma casa dizendo que dois homens tentaram matá-lo na praça e estaria atrás dele. Porém o jovem desapareceu, sem ser localizado.

Enquanto as equipes levantavam informações sobre o ocorrido, a moto Honda GC Fan 125, placa OAU-8734, que estava em posse de Ruan Pablo no momento do crime, foi localizada. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Aripuanã, conforme a imprensa local.

Campanha para traslado

Os familiares do jovem realizam uma campanha para trasladar o corpo dele para Ipatinga. A família de Ruan Pablo é do distrito de Barra Alegre. A previsão é que o corpo, assim que chegar ao Vale do Aço, seja velado na Igreja Assembleia de Deus, no Barra Alegre, e o sepultamento será no cemitério do distrito.

Para quem quiser ajudar a família, com a contribuição de qualquer valor, pode depositar o dinheiro na conta de Lino Moreira Oliveira, no Banco Bradesco, agência 0467, conta 94.604-4. O CPF do correntista é 072.101.066-00.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Manguita 04 de Janeiro, 2020 | 14:35
Oque este menor estava fazendo tão longe? esta mais parecendo que foi alvejado, tiros nas costas; pescoço,e cabeça, e ele ainda pede ajuda numa casa e relata estar sendo seguido, história mal contada, e onde estava hospedado?será quem o hospedou eram pessoas idoneas? Pra mim neste mato tem coelho
Eliane 03 de Janeiro, 2020 | 16:18
Paulo Você tem seguro?o povo n tem grana nem p comprar ovo.
Paulo 31 de Dezembro, 2019 | 11:14
Vemos que a morte não escolhe idade. Trißte para família, meus sentimentos. As pessoas precisam aprender a fazer seguro de vida, nem que seja pra garantir um enterro digno. Vemos vários casos recentes de pessoas mortas aqui na região e famílias fazendo vaquinha para arrecadar dinheiro para translado. Com o Seguro de vida esse sofrimento poderia ser amenizado.
Francisco Rodrigues de Melo 30 de Dezembro, 2019 | 16:57
Tem que prender esses assasino mesmo covarde ficar o resta da vida atrás das grades pra verem como é bom tomarem q peguem eles o mais rápido possível tmj...

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO