Mulher é suspeita de matar o marido, em Cava Grande

Polícia prendeu a companheira da vítima e o caso ainda está em apuração

Enviada por leitor


O homicídio foi descoberto na madrugada de terça-feira, na avenida Minas Gerais
Atualizada às 17h36
Uma mulher de 51 anos, foi atuada em flagrante como suspeita de ter assassinado o marido, no distrito de Cava Grande, em Marliéria. O crime foi registrado nos primeiros minutos da madrugada de terça-feira (10), na rua Tocantins, onde foi assassinado Marcelo Aparecido Barbosa, de 38 anos, conforme apurou o portal Diário do Aço.

Testemunhas acionaram a Polícia Militar, via 58º Batalhão da Polícia Militar, com a informação segundo a qual estava em andamento uma intensa discussão entre o casal, Jane Quely de Paula, de 51 anos, e o companheiro dela, Marcelo Aparecido Barbosa, de 38 anos. Momentos depois da briga houve silêncio na residência do casal, momento em que a mulher saiu para a rua e trancou a casa.

Policiais militares foram acionados a comparecer ao local e encontraram o imóvel trancado. Como ninguém respondia e sabendo que uma pessoa poderia estar lá dentro, os militares decidiram forçar a entrada, quando depararam com Marcelo caído sobre uma cama, em meio a uma poça de sangue e sem sinais vitais.

Jane Quely foi encontrada na avenida Minas Gerais, no momento em que tentava sair do distrito. A mulher foi presa e encaminhada para o plantão da Delegacia de Polícia Civil. Ao ser presa e depois, ao prestar depoimento na delegacia, negou participação no homicídio de Marcelo.

Pesa contra Jane a acusação de já ter tentado matar o marido, anteriormente. Apesar desta situação direcionar apenas o envolvimento de Jane Quely no crime, a polícia investiga se há mais algum possível envolvido no assassinato de Marcelo Aparecido.

O corpo de Marcelo Barbosa foi liberado no Instituto Médico-Legal, para sepultamento por familiares no município de Dionísio. Abalados com a situação, eles evitaram gravar entrevista à tarde, no IML. Entretanto, informaram que o casal tinha uma relação conturbada, ele já tinha sido alvo de uma tentativa de homicídio, com um golpe de foice desferido pela mulher. Os familiares recomendaram que se separassem, mas Marcelo insistiu em manter o relacionamento, que terminou em morte.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Carlos 11 de Dezembro, 2019 | 08:09
Pena!!!, os dois usuários de crack...alô Policia ajuda nós..

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO