Coluna de Moda

Wagner Penna e todas as novidades do mundo fashion

Divulgação/reprodução


Bolsas na Madame Recicla: moda circular
MODA CIRCULAR
O circuito da moda tem se modificado em velocidade jamais vista nos últimos anos. Enquanto os mega grupos internacionais de moda obtêm lucros colossais e seus proprietários ocupam a lista dos mais ricos do mundo, o futuro do setor sinaliza mudanças radicais no processo de criação e comercialização.

A previsão é de que o conceito atual de vender moda será alterado. Assim como já acontece em outros setores, o produto fashion terá vida mais longa, com uma peça sendo reutilizada e alugada num processo circular extenso. Assim cai a produção e a ‘fadiga’ de cada peça chega mais tarde.

Um reflexo disso já é sentido com a evolução dos chamados brechós. De acordo com os dados, eles já vendem no mundo mais do que o chamado fast-fashion. A ponta de lança é o brechó por e-commerce, mas as lojas físicas também crescem bastante, uma média de 300% a ano. De todo o chamado ‘ciclo sustentável’, esse é, por enquanto, o mais viável e visível.

////

Divulgação/reprodução


A jaqueta Van Gogh de Yves Saint-Laurent
MODA ETERNA
Em tempos de fast-fashion (moda rápida) e com a tendência do mercado alugar roupa, ao invés de comprar, dois eventos internacionais mostram que a boa moda sobrevive e até virou investimento.

O primeiro caso é o da jaqueta criada por Yves Saint-Laurent, na década de 1960, bordada com os girassóis de Van Gogh, que foi leiloada por 382 mil euros. Ficará numa galeria na Austrália.

O segundo foi o sucesso do desfile da Chanel e a preciosa alta-costura feita pelos Métiers d’Art, com peças exclusivas e criativas.

As oficinas de arte são estimuladas pelo governo francês e algumas – cerca de 12 - estão sob a responsabilidade da Chanel, visando preservar a técnica de bordar, costurar a mão, trabalhar o couro e muitos outros ofícios em risco de extinção. As iniciativas preservam o saber-fazer e valorizam a cultura local. Um bom exemplo.

VAIVÉM
* O dono do grupo Louis Vuitton, o francês Bernard Arnault, comprou a joalheria americana Tiffany por 16 bi de dólares e, com isso, caminha para liderar a lista dos mais ricos do mundo da Forbes. ***

* Aliás, a monetização da moda segue firme e forte. Além da joalheria paulista Vivara lançar ações na Bolsa de Valores de São Paulo com sucesso, as vendas de ações tem agora carteiras dirigidas especialmente para as mulheres. E para o publico LGBTQ também. Uau... ***

* Novidade fashion na cena internacional. Marcas de prestígio descobrem os mercados latino-americano e africano e fazem parcerias com estilistas desses continentes. Na Latina América o foco são os colombianos. Na África, são os estilistas nigerianos. O mundo muda, e a moda também. ***

* O fim de ano está para chegar, dando uma pausa na produção de moda por aqui. Quase todas as fábricas marcam férias coletivas entre 15 de dezembro e inicio de janeiro. Mas o calendário de lançamentos internacionais vai esquentando. Varias marcas lançam suas coleções ‘resorts’ ainda neste fim de ano, e outras o fazem no primeiro trimestre de 2020. ***

* A turma da moda mineira entra em recesso em meados do mês e só volta a trabalhar em janeiro. Nesse período, confecções e fábricas do setor têm um merecido descanso. Em janeiro recomeça tudo, com as feiras de sapato & bolsa em São Paulo. ***

* O estilista Eduardo Amarante é o novo contratado da grife Lança Perfume. O profissional até então trabalhava na Skazi, onde ajudou a impulsionar a marca para o patamar de sucesso atual. ***

* A boa surpresa de um trimestre com crescimento positivo reflete-se nas vendas do Natal. Entidades ligadas ao comércio esperam um aumento de até dois dígitos em alguns segmentos, como o de moda esportiva. Amém. ***

PONTO FINAL - A moda mineira está esperando novos incentivos que a façam crescer. Mas em alguns estados vizinhos o setor mostra sua importância e força. O caso mais interessante é o Espirito Santo, onde isenções e financiamentos fizeram a indústria de moda local ter um ritmo de crescimento invejável nos últimos anos. Sem comentários.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO