Final do Juniores teve lance inusitado

Na final do Juniores do Ipatinguense, na manhã de domingo, no campo do Canaã, um lance inusitado chamou a atenção da torcida. No 2º tempo, Pelé (João Vitor), atacante do Limoeiro, tentava segurar a bola na defesa do Vila Celeste para manter a vitória em 3 a 2. Em um desses lances, Pelé fez o drible da foquinha (em que o atleta levanta a bola com pés e a conduz com a cabeça), mas foi interceptado por Márcio Lucas, que deu as costas para o adversário. Para evitar a queda com o contato brusco, Pelé subiu nas costas do jogador, mantendo suas pernas e braços ao redor do atleta do Vila. Diante do lance curioso, o defensor segurou as pernas de Pelé para evitar a própria queda. Depois deste ocorrido, o Vila conseguiu empatar o jogo, levando a decisão do título para os pênaltis. Nas cobranças, Pelé marcou para o Limoeiro, mas Márcio Lucas desperdiçou sua chance de balançar as redes. No fim, o Limoeiro venceu por 4 a 3 e sagrou-se campeão.

Wôlmer Ezequiel
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO