Unidade de Oncologia do HMC amplia atendimentos

No último ano foram realizados quase 200 mil atendimentos de quimioterapia, radioterapia, consultas e exames de medicina nuclear Unidade de Oncologia do HMC

Elvira Nascimento


Além dos pacientes diagnosticados com a doença, os que possuem alta suspeita oncológica também poderão ser atendidos na Oncologia do HMC

A partir deste ano, os pacientes que possuem alta suspeita oncológica também podem ser encaminhados para a Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha (HMC), em Ipatinga, informou a Fundação São Francisco Xavier (FSFX). O objetivo é garantir que ainda mais pessoas tenham acesso rápido ao tratamento médico e recebam o diagnóstico precoce do câncer.

Cerca de 80% dos atendimentos realizados no local são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes são atendidos de forma integrada e multidisciplinar, com envolvimento de todos os setores e profissionais, garantindo ainda mais efetividade no tratamento. Diante de alta suspeita clínica de câncer detectada durante o atendimento na Unidade Básica de Saúde, o médico deve seguir os critérios do protocolo de atendimento e regulação e encaminhar o paciente a Unidade de Oncologia do HMC, destaca a FSFX.

“Receber o diagnóstico de um câncer não é fácil, mas aumentam as chances de cura quando o paciente for diagnosticado precocemente com a doença e iniciar o tratamento. Com a ampliação do atendimento, além de recebermos os pacientes que já passaram pela biópsia e já receberam o diagnóstico, também vamos atender aqueles com suspeita oncológica fundamentada para realizarmos a conclusão diagnóstica”, afirma Luciano de Souza Viana, coordenador médico da Unidade de Oncologia do HMC.

No último ano foram realizados quase 200 mil atendimentos de quimioterapia, radioterapia, consultas e exames de medicina nuclear Unidade de Oncologia do HMC. “Oferecemos um serviço de excelência às pessoas que precisam e, ter a oportunidade de atender ainda mais pacientes é gratificante, pois mais vidas podem ser salvas. O nosso objetivo é tratar o paciente para ele tenha condições de se reabilitar, retornar as suas atividades após o tratamento e seguir com saúde”, conclui a gerente da Unidade de Oncologia do HMC, Ledvânia Chaves Ribeiro.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO