Limoeiro venceu o Vila Celeste nos pênaltis e conquistou título do Juniores

Wôlmer Ezequiel


Limoeiro garantiu o troféu de campeão ao vencer o adversário nos pênaltis

A decisão da categoria Juniores do Campeonato Ipatinguense de Futebol Amador foi realizada na manhã de domingo, no campo do Canaã. A partida foi movimentada e repleta de gols, com o tempo regulamentar fechando com o placar de 3 a 3, o que forçou a realização de pênaltis. Nas penalidades, o Limoeiro levou a melhor e sagrou-se campeão da categoria.

Jogo
O primeiro tempo foi dominado pelo Limoeiro, que abriu o placar aos 43 com Índio. Kelvin ampliou aos 46. Na volta do intervalo, a equipe seguiu com o ritmo e, logo aos 5 minutos, Kelvin fez o terceiro gol do Limoeiro.

Apesar do largo placar adverso, o Vila Celeste não se intimidou e partiu para cima do adversário. Aos 11 minutos, o Vila conseguiu diminuir com Pedro. O mesmo jogador voltou a balançar as redes aos 31 minutos.

Com o placar de 3 a 2, o Limoeiro teve um atleta expulso. Randinho levou o segundo cartão amarelo e desfalcou sua equipe. Com o adversário enfraquecido, o Vila Celeste ganhou força e conseguiu o que parecia impossível, empatar a partida aos 49 minutos do 2º tempo, com Maycon Douglas.

Com o empate em 3 a 3, a decisão foi para os pênaltis e, embora o Vila tenha se superado para sobreviver no tempo regulamentar, não conseguiu ter nova vantagem nas penalidades.

Érick, Maik e Dí converteram as cobranças para o Vila Celeste, mas Tobias e Marcio Lucas desperdiçaram as chances de gol. Pelo Limoeiro, balançaram as redes Uziel, Joabe, João Victor e Mateuzinho. Placar final: Limoeiro 4 x 3 Vila Celeste.

Premiações
O Secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Ipatinga, Carlos Oliveira, o Carlão, entregou o troféu ao vice-campeão Vila Celeste.

Já o troféu de campeão foi repassado pelo vice-presidente da Liga de Desportos de Ipatinga (LDI), Waldecy Castro, ao prefeito Nardyello Rocha, que fez a entrega aos jogadores do Limoeiro.

As medalhas foram entregue aos campeões pelo vereador Adiel Oliveira; enquanto os vice receberam as medalhas das mãos do desportista Léo Miranda.

Outras premiações também foram entregues após a final. O Beira Rio ficou com troféu disciplina, entregue pelo major Ednilson Emerique Caldeira, Secretário Municipal de Segurança Pública e Convivência Cidadã de Ipatinga. A equipe não teve nenhum cartão vermelho e recebeu 22 amarelos.

O artilheiro da competição foi Gabriel Gonçalves, do Vila Celeste, que marcou 11 gols. O prêmio foi entregue ao atleta pelo colunista Francisco Neto.

Já o troféu de equipe menos vazada ficou com o Vila Celeste, que recebeu a premiação de seu presidente, Ayrton Dias de Castro.

Escalações
O Vila Celeste jogou com: Viana; Bil (Maycon), Guilherme Amendoim (Vitor), Pedro, Érick; Brener, Guilherme, Periquito (Márcio Lucas), Juninho (Pedro Henrique); Yure (Tobias) e Dí. Treinador - Max Coura.

O Limoeiro foi campeão com: João Pedro; Joabe, Deivison (Éricson), Clayver, Índio; Uziel, Leandro, Randinho, Gabriel Vitor (João Victor); Luquinha (Mateuzinho) e Kelvin. Treinador - José Roberto, o Beto do Limoeiro.
A partida foi arbitrada por Guilhermino Lima, auxiliado por Flávia Sobrinho e Juliana Dias.

Limoeiro venceu o Vila Celeste nos pênaltis e conquistou título do Juniores


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO