Coronel Fabriciano realiza cirurgias de pterígio

Inicialmente, 50 pessoas serão contempladas com a cirurgia

Divulgação


Conforme Secretaria da Saúde, 250 pacientes devem ser atendidos

A Secretaria de Governança da Saúde de Coronel Fabriciano iniciou as consultas preparatórias para a realização de cirurgias de pterígio (inflamação também chamada de carne nos olhos). O objetivo é atender a uma demanda de 250 pacientes, que esperam há quase 20 anos na fila. Inicialmente, 50 pessoas serão contempladas com a cirurgia.

O governo municipal explica que foi realizado o credenciamento de uma empresa em Coronel Fabriciano, onde os pacientes fazem a consulta pré-operatória. As cirurgias serão realizadas no próximo mês, no Hospital Dr. José Maria Morais.

A cirurgia de remoção é simples, dura em média 30 minutos. No início do ano de 2020, haverá um mutirão de pterígio, juntamente com o mutirão de catarata. O objetivo da secretaria é zerar de vez a fila de espera pelo procedimento.
A pasta ressalta que a porta de entrada para a realização da cirurgia é a Unidade Básica de Saúde. Após a consulta, o paciente é encaminhado para o oftalmologista do Ceps, onde é feito o diagnóstico, e assim encaminhado para a cirurgia.

Sobre o pterígio

O pterígio, popularmente conhecido como “carne crescida”, trata-se de um crescimento anormal da conjuntiva, que é a membrana protetora do globo ocular. Normalmente cresce de forma lenta e apresenta dois graus: nos mais baixos, não causa problemas à visão, porém, nos mais altos, pode comprometer e muito na capacidade de enxergar.
O pterígio geralmente acomete mais adultos jovens e idosos, mas pode ocorrer de aparecer em pessoas de outra faixa etária. Para o tratamento, o ideal é sempre consultar um oftalmologista.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO