Irmão mata irmão com suposto tiro acidental em Timóteo

Adolescente de 17 anos confessou que manuseava revólver calibre 38, quando tiro acidental atingiu o peito de seu irmão, de 15

Um adolescente de 17 anos está apreendido, por ter matado o seu irmão com um tiro no peito, supostamente disparado de forma acidental enquanto manuseava um revólver calibre 38.

O Diário do Aço apurou que o fato foi registrado por volta de 22h de quinta-feira (28), na rua Constelação, bairro Novo Tempo, em Timóteo e teve como vítima Franchescoly Estanciola Evangelista, de 15 anos. O acusado do crime é um adolescente de 17 anos, irmão da vítima.

Logo depois de ser atingido no tórax por um tiro, supostamente de forma acidental, Franchescoly Estanciola foi levado para o hospital Vital Brazil, onde deu entrada com vida. Ele estava lúcido, conversou com as pessoas que o atenderam e tentou incriminar um desafeto, do bairro Novo Tempo, com quem o menor de idade disputava espaço para o tráfico de entorpecentes. Policiais militares foram apurar a situação e descartaram o envolvimento do acusado, no crime.
[imagemd47642]
Em seguida, os policiais foram à residência da vítima e, no local, não precisaram de muito tempo para saber da verdade. O irmão de Franchescoly Estanciola teria sido o autor do tiro que, acidentalmente matou o adolescente.

Depois de saber que seu irmão havia falecido no hospital o próprio jovem confessou aos policiais militares o ocorrido.

Alegou o adolescente que manuseava um revólver Taurus, calibre 38, e que retirou os cartuchos do tambor, e, em seguida, acionou o gatilho por diversas vezes e, num dos acionamentos, a arma disparou. O tiro atingiu seu irmão no peito. O adolescente alega que não tinha percebido que um cartucho tinha permanecido na arma.

Com a confissão, feita diante de testemunhas o adolescente recebeu voz de apreensão em flagrante e, na companhia de uma das testemunhas, encaminhado para o plantão da Delegacia de Polícia Civil, em Ipatinga.

A arma do crime, um revólver calibre 38, foi apreendido pelos militares em meio a um matagal próximo à residência dos irmãos, no bairro Novo Tempo. O próprio adolescente confirmou o local onde estaria escondida a arma.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Ten Eb 30 de Novembro, 2019 | 19:31
Nilza,sou nascido e criado em Timóteo mg.hj resido em manaus,sinto me muito triste com oq vem acontecendo com os jovens de timoteo.
Peço a Deus q conforte sua irmã e mais!tudo acontece foi porq Deus assim permitiu e ele sabe de tudo.abraco de quem lembra de vcs tao distante.
Ze lele,a vc digo q pense muito em comentarios q vc tem feito aqui. A muito tempo vc somente joga pedras,cuidado porq todos nos podemos ter telhado de vidro ok?abraco.
Nilza Luana Estanciola da Silva 30 de Novembro, 2019 | 13:24
Eu sou da família estanciola , gostaria de dizer ao senhor Zé lelé , invés de perde tempo em escrever comentário no jornal fazendo riassunto da vida dos outros , vai lá dar um abraço de consolo na minha irmã . É cuida da sua vida que é melhor ! Si puder faz uma oração pra nós que estamos precisando . Obrigada Nilza luana estanciola
Bruno 29 de Novembro, 2019 | 14:30
muito triste família estanciola, sempre envolvidos certa vez foi preso a sra avó desse adolescente morto, o tio tbm e sobrinhos envolvidos sempre em droga .
como pode adolescente com armas em casa ? essa rua constelação e rua cosmo tá um perigo.
precisa de mais blitz e acabarem com esse tal de grupo de zap que avisa onde tem blitz .
tem que ter mais investigação saber quem está nesse grupo pois o cara q fica nesse grupo ele coopera com tudo de ruin .
uma blitz evita armas, drogas e MORTE.
Srs PMS DE TIMÓTEO POR FAVOR PRECISAMOS DE MAIS SEGURANÇA NO NOVO TEMPO.
Ze Lele 29 de Novembro, 2019 | 12:16
Deixa se matarem pra lá...mesmo q sem querer

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO