Há previsão de sequência da chuva em Ipatinga

Defesa Civil de Ipatinga anuncia ações para enfrentar o período chuvoso

A frente fria que atua em Minas Gerais deve deixar o tempo chuvoso em Ipatinga até essa quarta-feira (20), com temperatura mais amena e nebulosidade. A previsão é de que haja uma trégua na chuva na quinta-feira (21). Há possibilidade de chuva mais intensa no fim de semana, devido a chegada de uma nova massa de ar impelida a partir do sul do Brasil.
Arquivo DA



“Estamos esperando um fim de semana chuvoso para Ipatinga, mas na verdade os modelos de previsão climática estão prevendo muitas chuvas até o dia 8 de dezembro. As próximas duas semanas deverão ser bastante chuvosas, e com isso as temperaturas caem. Tivemos uma primeira quinzena de novembro muito quente. Já os próximos 15 dias serão com temperaturas amenas”, detalha a Secretaria de Segurança e Convivência Cidadã (Sescon) do município.

Até quinta-feira, o volume de chuva esperado deverá ficar entre 20 e 30 milímetros, e a temperatura não deve ultrapassar os 29°C. Já para as próximas duas semanas, a precipitação deverá ser alta, entre 120 e 150 milímetros. A previsão é de que este ano o período chuvoso seja bem mais intenso que os anos anteriores.

“Em 2014 e 2015 as precipitações foram muito abaixo do normal. Em 2017, já tivemos uma quantidade significativa de água. Mas para este período chuvoso, principalmente nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, o volume de chuva deverá ser maior que os anos anteriores. A orientação é que pessoas que moram em áreas de risco tomem cuidado, porque o solo vai estar bastante encharcado”, aconselha Ruibran dos Reis, do site Climatempo.

Modelo meteorológico mostra área de possível concentração de chuva ao longo dessa semana

Segurança

A Defesa Civil de Ipatinga, órgão ligado à Secretaria de Segurança e Convivência Cidadã, realiza o monitoramento nos locais de risco, atenta a chamadas de emergência. O secretário da pasta, Ednilson Emerique Caldeira, orienta a população a contribuir com as ações de governo e os cuidados preventivos através de atitudes simples que representam bem-estar para toda a comunidade.

“Coloque o lixo na rua nos dias e horários corretos. O lixo descartado fora dos horários pode ser levado pela enxurrada, entupindo bueiros e bocas de lobo e favorecendo alagamentos. Quem está de carro ou de motocicleta, em caso de chuva forte deve imediatamente reduzir a velocidade do veículo e evitar locais alagados”, recomenda.

A Defesa Civil ainda orienta que nas tréguas de estiagem os moradores façam a limpeza de telhados e calhas. Acúmulos de entulhos devem ser evitados, assim como o seu lançamento em esgotos, galerias, valas. Medidas adequadas devem ser providenciadas para árvores com risco de queda. Muros e paredes pouco confiáveis devem ser reforçados.

“Para os moradores de encostas ameaçadas, a orientação é para que deixem o local imediatamente ao menor sinal de trincas e rachaduras nas paredes do domicílio. Caso sejam percebidos postes, árvores e muros se inclinando próximos de residências, há que se desocupar a área o mais rápido possível, buscando proteção em um lugar mais seguro. Outras recomendações são para evitar o plantio de pés de bananeiras nos barrancos, porque elas acumulam muita água, aumentando o risco de deslizamentos, e não realizar cortes nos barrancos”, adverte o secretário Ednilson Emerique.

Em caso de emergência, o cidadão deve ligar nos telefones da Polícia Militar, 190; Corpo de Bombeiros, 193, e Defesa Civil, 199.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO