Dólar sobe a R$ 4,20

Valor é o maior valor de fechamento da história

O dólar fechou a R$ 4,206, e manteve a tendência de alta iniciada nas duas semanas anteriores. Esse é o maior valor nominal de fechamento da história.

A moeda estadunidense subiu 0,32%, somente nessa segunda-feira. O recorde anterior havia sido registrado no dia 13 de setembro de 2018, quando a moeda encerrou os negócios vendida a R$ 4,1952.
Em 2019, o dólar acumula alta de 8,56% sobre o real. No mês, o avanço é de 4,89%.

Sem motivo aparente

Os analistas do mercado apontam que não houve um evento específico para a piora do mercado de câmbio nesse dia 18 de novembro. Uma das possibilidades é a pressão pelas tensões políticas em países vizinhos, como Bolívia e Chile, e preocupações sobre as negociações entre China e Estados Unidos sobre a guerra comercial.

Nesse aspecto, a relutância do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em remover tarifas e o processo de impeachment nos EUA são razões de preocupação.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Maria Lima 19 de Novembro, 2019 | 07:50
A classe média não se importa se a filha da empregada come mal e vai pra escola de havaiana, mas se seus filhos supernutridos não podem ir pra Disney, eles saem às ruas e ajudam a enfiar o país na merda. Vocês merecem pagar 10 reais no dólar.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO