Relembrando Avenida Brasil

Carminha, personagem de Adriana Esteves, foi uma vilã inesquecível

RELEMBRANDO
“Avenida Brasil” volta à tela da Globo

O amor e a traição de “Avenida Brasil” estão de volta no “Vale a Pena Ver de Novo”. É hora de o público matar a saudade de personagens como Carminha (Adriana Esteves), Nina (Debora Falabella), Tufão (Murilo Benício), Jorginho (Cauã Reymond), Leleco (Marcos Caruso) e Max (Marcelo Novaes).

A história de amor da jovem viúva Carminha (Adriana Esteves) e do craque de futebol Tufão (Murilo Benício) parecia digna dos contos de fadas. Mas o subúrbio do Rio de Janeiro esconde, por trás desse aparente mundo de felicidade, uma trama de mentiras, maldades e traições.

Tudo vem à tona com a chegada de Nina (Débora Falabella), nova identidade de Rita (Mel Maia), a pequena órfã que anos antes Carminha abandonou à própria sorte em um lixão com a ajuda de Max (Marcello Novaes), seu cúmplice e amante.

Mas a sede de vingança de Nina esbarra em seu amor por Jorginho (Cauã Reymond), filho de Carminha e Tufão, jogador do Divino Futebol Clube.

Apesar de um conturbado relacionamento com a mãe, ele encontra abrigo no amor e nas divertidas confusões do resto da família: o avô, Leleco (Marcos Caruso), a avó, Muricy (Eliane Giardini); a tia, Ivana (Letícia Isnard); e a irmã, Ágata (Ana Karolina Lannes).

Todos foram personagens que formaram um mosaico da vida do subúrbio carioca, lançaram tendências, conquistaram corações e garantiram, para sempre, um lugar na história da TV brasileira.

Escrita por João Emanuel Carneiro, com direção de núcleo de Ricardo Waddington e direção-geral de Amora Mautner e José Luiz Villamarin, “Avenida Brasil” foi um sucesso muito além das fronteiras brasileiras, sendo vendida para mais de 150 países. A novela também foi indicada ao prêmio Emmy Internacional de Melhor Novela em 2013.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO