Assédio em assentamento provoca tentativa de homicídio

Polícia procura suspeito de tentar matar vítima após reunião para se tratar do assédio, em Açucena

Arquivo/Diário do Aço


As equipes da PM tentaram localizar o suspeito, mas sem sucesso

Uma tentativa de homicídio é investigada em um assentamento no Parque Estadual do Rio Corrente, na zona rural de Açucena. Conforme registrado pela Polícia Militar, W.W.R.S., de 42 anos, foi atingido com um tiro no pescoço, disparado por E.F.S.R., de 38 anos. O suspeito está foragido desde a ocorrência do crime, no fim da tarde de segunda-feira (11).

O atendado ocorreu no momento em que os dois homens entraram em atrito. Testemunhas informaram para a polícia que E.F. teria assediado a mulher de W.R. na semana passada. Na segunda-feira voltaram a repetir as “cantadas”. Esta atitude provocou uma reunião dos líderes do assentamento Esperança e os dois envolvidos.

Assim que acabou a reunião, W.R. passou a discutir com E.F., que sacou uma arma de fogo e disparou um tiro à queima-roupa acertando a vítima no pescoço. O autor do atentado, segundo as testemunhas, fugiu em uma motocicleta. Ferido, W.R. foi encaminhado ao Hospital Regional, em Governador Valadares, onde foi levado para o bloco cirúrgico.

As equipes da PM saíram no encalço de E.F,, inclusive, com apoio de guarnições policiais de Naque e Belo Oriente, além de Governador Valadares. Os militares foram até o distrito de São Sebastião de Braúnas (Brauninhas), mas não conseguiram localizá-lo até o momento.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO