Durante a primavera o Uruguai apresenta uma infinidade de atrações aos turistas

A primavera é, sem dúvida, uma das melhores épocas do ano para encontrar-se com as cores, os aromas e as texturas das flores nativas e exóticas do Uruguai

Eugênia Gonzalez


O Uruguai possui uma presença de flora exótica introduzida ao longo dos séculos por colonos e imigrantes que chegaram a habitar determinados territórios

Na primavera os dias são mais longos e quentes, se respira o desabrochar das árvores e flores que já são parte da paisagem. É o momento ideal para descobrir a natureza dos parques, viveiros, montes e eventos em torno da flora nativa e exótica.

A flora nativa representa uma enorme diversidade, que vai desde o ornamental ao frutal, do medicinal ao mel, do amaderado ao aromático. As flores nativas estão presentes no Uruguai nas ribeiras e proximidades de rios, arroios e lagoas, montes e pradarias, dunas e serras. Algumas das espécies de flores de árvores nativas mais conhecidas são: barba de chivo, flor de guayabo del país, palo de fierro, plumerillos (vermelhos e rosados), mimosas, bibi, machines, margarita punzo, margarita morada, petúnia, juancho, santa lucía, entre outras.

Algumas das propostas para descobrir a flora nativa uruguaia e a exótica são: o Arboretum Lussich, em Maldonado; o Jardim Botânico em “El Prado” – Montevidéu; o Parque Nacional Aaraón Anchorena em Colonia e; “Montes del Queguay”, em Paisandú.

Marca registrada

O Uruguai possui uma presença de flora exótica introduzida ao longo dos séculos por colonos e imigrantes que chegaram a habitar determinados territórios, formam parte de cenários florais, associados a produção agrícola e floricultura.

Na primeira metade do século XX, Uruguai recebe a imigração japonesa, a maioria dos imigrantes, que eram provenientes do meio rural e se mantiveram na zona rural em Montevidéu e Canelones, permaneceram dedicados a floricultura. Como testemunha desse legado está o Jardim japonês de Montevidéu no bairro “del Prado”.

Outra programação importante é a Feira Floral da Paz - “Feria Floral de La Paz”, em Canelones. Acontece no dia 9 de novembro das 14:00 as 20:00, e a festa se caracteriza pelo intercambio cultural do povo japonês e o uruguaio. O centro da feira são as flores e os protagonistas são os floricultores que expõem e compartilham os segredos de cada uma. No evento também existirão apresentação de dança, gastronomia e outras exposições.

Voltando a Montevidéu, na Sociedade Criolla Elias Regules, localizada na Av. Bolivia, 2455 esquina com Dr. Elias Regules, entre 31 de outubro e 3 de novembro acontece a Feira de Flores e Jardins -“Feria de Flores & Jardines”. O evento promove a jardinagem, inspirado e emoldurado pelos jardins de campo, com passeios de compras, palestras, oficinas e gastronomia.

Se o turista ficar com vontade de mais, pode ir organizando a agenda para abril. Na cidade de San Javier no “departamento” de Río Negro é celebrada a “Fiesta del Girasol”, evento emblemático da história dos agricultores russos que chegaram ao vizinho, no início do século XX , fundando a colônia de San Javier em Río Negro, e desde sua chegada até os dias de hoje são pioneiros na produção de azeite de girassol.

(Ministério de Turismo do Uruguai)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO