Biblioteca Pública de Timóteo completa 48 anos

A cerimônia de abertura será realizada no dia 11, às 19h, com a presença de autoridades e lideranças culturais e comunitárias

Divulgação


Na próxima semana haverá uma programação especial para celebrar o aniversário

A Biblioteca Pública Municipal Raquel Pacífico Drumond completa 48 anos na próxima segunda-feira (11). Para comemorar a data e o Dia Nacional do Livro – celebrado em 29 de outubro -, a instituição promoverá uma agenda artístico-cultural de segunda a quinta-feira (14) da próxima semana.

A cerimônia de abertura será realizada no dia 11, às 19h, com a presença de autoridades e lideranças culturais e comunitárias. “Nossa programação tem como objetivo resgatar a memória histórico cultural da biblioteca, fomentando sua vocação social, reforçando-a como espaço de conhecimento, manifestações artísticas e culturais, bem como instrumento de inserção social”, avalia Eva Eulália Teixeira, coordenadora da biblioteca.

A agenda cultural terá como público-alvo os alunos das escolas municipais de Timóteo do 5º ao 9º ano e das séries iniciais. A pauta cultural oferecida possibilitará vivências e interação com a arte e cultura. “Vamos apresentar nosso espaço e os serviços oferecidos à comunidade, de forma a estimular a ampliação de nosso público. Com certeza, por motivos diversos que vão de desconhecimento a dificuldades de locomoção, muitas crianças não conhecem ou ainda não vivenciaram as atividades artísticos culturais oferecidas pela Biblioteca”, expõe Eva Eulália.

Programação
A cerimônia de abertura contará com apresentação musical (voz e violão), intervenções culturais e a Tenda Literária, que terá a noite de autógrafos da escritora Luciana Silveira Assunção, com o lançamento da obra “Davi quer ser bombeiro para salvar o mundo inteiro”. A Agenda Cultural será realizada de 12 a 14 de novembro, nos horários de 8 às 10h e de 14 às 16h, com a apresentação de histórias teatralizadas e contadas.

Biblioteca
A Biblioteca “Raquel Pacífico Drumond” foi criada por meio da Lei municipal nº 348, de 11 de novembro de 1971, e recebeu este nome em homenagem a uma das primeiras professoras do município. Quando começou, o espaço contava com um acervo de 720 livros. Atualmente, a biblioteca conta com cerca de 30.000 livros, 15.300 sócios leitores inscritos e atendimento de aproximadamente 900 leitores por mês.

Além de serviço de empréstimos, pesquisa e tele centro, a biblioteca tem à disposição livros infantojuvenil, didáticos e literatura diversa, assinatura de jornal, revistas, hemeroteca, internet e exemplares em Braille. O local conta ainda com um cantinho infantil, com gibis, joguinhos e livros infantis.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO