02 de novembro, de 2019 | 14:45

Homem de 33 anos é executado em Coronel Fabriciano

Wellington Fred + reprodução
Caio Cesar tinha 33 anosCaio Cesar tinha 33 anos

Um homicídio foi registrado na tarde desse sábado (2), na avenida Vitória Régia, bairro Recanto Verde, em Coronel Fabriciano.

Caio César de Oliveira Amorim, o Loro, de 33 anos, foi morto com vários disparos de pistola semiautomática na cabeça. Caio morava nas proximidades do local onde foi assassinado.

A reportagem do Diário do Aço apurou, no local do crime, o relato de testemunhas, segundo as quais, quatro pessoas estavam em um carro modelo hatch, que pode ser um palio ou um gol, de cor prata.

Os tiros começaram a ser efetuados ainda de dentro do carro. Assim que a vítima caiu, um dos atiradores desceu do veículo, foi até o corpo e efetuou mais tiros, principalmente na cabeça de Caio Cesar.

Em seguida os autores do crime foram embora sem serem identificados. A perícia da Polícia Civil recolheu na cena do crime diversas cápsulas vazias da munição usada para matar a vítima. A motivação do crime ainda está em apuração pela polícia.

Sem se importar com a dor alheia

Na cena do crime, uma cena triste. Familiares de Caio, que moram nas proximidades correram para o local onde o corpo estava e choravam desesperadas. Algumas pessoas não se comoveram com a situação e foram tirar fotos dos ferimentos de bala no corpo, mesmo diante dos apelos feitos pelos familiares, aos prantos, as fotos foram feitas e disseminadas nos grupos de WhatsApp.

Wellington Fred
Testemunhas disseram que quatro homens participaram do assassinato e saíram de um carro estacionado nas proximidades Testemunhas disseram que quatro homens participaram do assassinato e saíram de um carro estacionado nas proximidades
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Jubiscleiton

06 de novembro, 2019 | 08:56

“Pode ter certeza que nosso nível educação cairá ainda mais e coisas assim serão cada vez mais comuns. Nosso país não tem mais solução.”

Palhaço

04 de novembro, 2019 | 11:13

“Com certeza quem tirou as fotos, a família conhece. Esta pratica e crime art.22 do Código Penal (se não estou enganado) mete na justiça, por que Brasileiro só aprende se mexer no bolso.”

Sabonete

04 de novembro, 2019 | 09:06

“AS PESSOAS PERDERAM O RESPEITO EM TUDO....NÃO RESPEITAM QUEM ESTÁ VIVO....IMAGINA SE VAI RESPEITAR QUEM MORREU..!!”

Envie seu Comentário