Cruzeiro empata com o Bahia, no Mineirão

Vinnícius Silva


Com o resultado, o Cruzeiro permanece na 16ª posição na tabela de classificação, se mantendo com dois pontos à frente do primeiro time na zona de rebaixamento

No jogo que marcou a estreia da terceira camisa estrelada, Cruzeiro e Bahia empataram no Mineirão, em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fernandão abriu o placar para o adversário, de pênalti, e Sassá empatou para o time celeste, um golaço.

Com o resultado, o Cruzeiro permanece na 16ª posição na tabela de classificação, se mantendo com dois pontos à frente do primeiro time na zona de rebaixamento.

Na quarta-feira, o time vai até Curitiba enfrentar o Athlético-PR, na Arena da Baixada, às 21h30. O elenco estrelado inicia a preparação para a partida nesta segunda-feira, a tarde, na Toca da Raposa 2.

O jogo

A primeira chance da partida foi do Cruzeiro. Aos dois minutos, David foi lançado na área, ganhou do zagueiro e tocou para trás, Orejuela ajeitou para a canhota e mandou para o gol, a bola bateu na zaga e foi para escanteio.

O Bahia atacou pela primeira vez aos nove minutos. Élber ganhou na direita e cruzou para área, a zaga afastou e a bola sobrou para Flávio na entrada da área, o volante bateu pro gol e Fábio fez a defesa.

Três minutos depois, aos 12, grande jogada do Cruzeiro pela direita, Éderson rolou para Orejuela, o colombiano colocou na cabeça de David que, na pequena área, cabeceou por cima do gol.

Aos 23 minutos, ótima jogada do Cruzeiro, a bola sobrou para Éderson na esquerda, o volante enganou o marcador e bateu para o gol, a bola resvalou no goleiro e na trave saindo para escanteio.

Na cobrança, Cacá desviou e a bola sobrou para Fred, de frente para o gol, a bola escapou um pouco do seu domínio, mesmo assim o artilheiro bateu para o gol, mas ela foi por cima da meta defendida por Douglas Friedrich.

Segundo Tempo

O Cruzeiro começou a segunda etapa pressionando o Bahia e a primeira chance aconteceu aos cinco minutos. David fez boa jogada pela esquerda, driblou seu marcador e bateu para o gol, Douglas deu rebote e por pouco Marquinho Gabriel não completou para o gol.

Aos 11 minutos, Nino Paraíba avançou pela direita e cruzou na área, Fernandão cabeceou a esquerda do gol de Fábio.

O Bahia conseguiu um pênalti aos 20 minutos depois da bola batida na Mao do lateral Orejuela, que tomou o 2º cartão amarelo e foi expulso. Fernandão bateu e fez o primeiro gol da partida. 0 a 1.

O Cruzeiro foi todo para o ataque e conseguiu o empate com Sassá aos 28 minutos. O centroavante que havia entrado no posto de David, recebeu de Thiago Neves na entrada da área mandou uma bomba no ângulo. 1 a 1.

A Raposa chegou com perigo de novo aos 38 minutos. Cruzamento de Dodô para área, Thiago Neves cabeceou e a bola e a bola foi a direita do gol de Douglas. No lance seguinte, chute de Rogério da intermediária e Fábio fez uma grande defesa para escanteio.

Cruzeiro 1 x 1 Bahia

Motivo: 30ª rodada - Campeonato Brasileiro
Data: 03/11/2019 (domingo)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte, Minas Gerais - Brasil
Renda: R$ 395.657,00
Público Total: 25.913
Público Pagante: 21.933
Gratuidade Crianças Cruzeiro: 157
Não Pagante Cruzeiro: 1433
Gratuidade Crianças Mineirão: 47
Não Pagante Mineirão: 271
Permissionários Mineirão: 2072
Gols: Fernandão aos 20 e Sassá aos 28 minutos do segundo tempo.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Cacá, Léo, Egídio, Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel (Ezequiel), Thiago Neves, David (Sassá), Fred (Edilson)
Técnico: Abel Braga
Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés, Flávio, João Pedro, Marco Antonio (Lucca) e Artur; Fernandão (Artur Caíke)e Elber (Rogério)
Técnico: Roger Machado
Cartões amarelos: Orejuela, Fred, Henrique (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Orejuela (Cruzeiro)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO