Uma família de arrepiar e sorrir

O cartunista Charles Addams criou “A Família Addams” na década de 1930

Na última quinta-feira (31), estreou nos cinemas pelo Brasil afora uma versão em desenho animado do clássico A Família Addams. O seriado “The Addams Family” foi lançado nos Estados Unidos em 1964. No Brasil, teve 64 episódios e ficou no ar até 1966.

GB Imagem


A série ?A Família Addams? foi gravada em P&B e até hoje faz sucesso
O patriarca da família era Gomez Addams (John Astin), um advogado ingênuo, mas adorável, que estava sempre fumando um charuto. Sua esposa Morticia (Carolyn Jones), era uma bela mulher de cabelos negros que usava vestidos até os pés e gostava de decorar a casa colocando hastes de flores em um vaso e jogando as flores na lixeira.

Gomez passava o tempo acariciando seu polvo de estimação ou explodindo trens de brinquedos. Era apaixonado por Mortícia, mais ainda quando ela falava em francês, pois era quando ele ficava maluco e passava a beijar todo o braço dela.

Além de cuidar dos espinhos de suas rosas, Morticia também cultivava uma planta carnívora chamada Cleópatra e mantinha seu lar com um ar sombrio. Sua diversão era caminhar à noite pelo cemitério.

Morticia e Gomez tinham dois filhos: o gordinho Feioso (Ken Ewathervax) e a tímida Wandinha (Lisa Loring), que gostava de brincar de enforcar o irmão, ou coloca-lo numa cadeira elétrica. Usava um par de tranças e vestia-se de preto como a mãe.

Outro personagem interessante era Tio Chico (Jackie Coogan), meio corcunda e careca. Um de seus passatempos favoritos era acender lâmpada com a boca. A Vovó Addams (Blossom Rock), mãe de Morticia, era uma autêntica bruxa e preparava estranhas poções que sempre acabavam explodindo.

Como toda mansão em filmes de terror tem um mordomo, “A Família Addams” tinha o tétrico Tropeço (Ted Cassidy), muito parecido com "Frankenstein", mas um excelente pianista. E tinha o Primo Coisa (Felix Silla), baixinho e com os cabelos que chegavam aos pés, cobrindo até o rosto.

A Mãozinha (Thing) sempre estava a postos para ajudar a família a sair de um enrosco. Na série de tevê, Mãozinha sempre ficava dentro de uma caixa que era levada de um lugar para outro da casa por alguém da família.

Outros membros dos Addams na série eram a prima Melancolia e Tia Ofélia.
Além de excêntricos, os Addams tinham uma grande fortuna e eram generosos também. O dinheiro da família veio da boa administração dos antepassados de Gomez, cujos negócios incluíam uma fazenda de crocodilos em Moçambique.

Em 1973, os estúdios Hanna-Barbera lançaram o desenho da “Família Addams”. E as telas de cinema tiveram três longas, em 1991, 1993 e 1998. Uma caixa de DVDs com todos os episódios da série original está à venda na Internet. Vale a pena conferir!
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO