Homem enfurecido quebra o próprio carro sem licenciamento desde 2014

Policiais foram acionados com denúncia de arma em veículo; chegando ao local descobriram carro com documentação irregular há cinco anos

Reprodução de vídeo


Dono de Fiat Tempra, tomado por fúria, passou a destruir o carro quando policiais verificaram que documentação estava irregular

Um homem foi preso depois de destruir parcialmente o próprio carro, proferir ameaças a cidadãos e policial militar, em Timóteo. O caso foi registrado por volta de 17h de quinta-feira (31), na avenida Três, do bairro Alegre.

A Polícia Militar havia recebido denúncias, segundo as quais, algumas pessoas faziam uso de bebida alcoólica e uma dessas pessoas teria guardado uma arma de fogo no interior de um veículo que estava estacionado em frente a um supermercado.

Chegando ao local policiais depararam com o veículo, um Fiat Tempra de cor vinho, estacionado numa esquina com o porta-malas aberto e o som ligado em volume considerado alto.

Os militares notificaram os envolvidos e foram fazer a busca no interior do carro, sem nada de ilícito encontrar.

Entretanto ao verificar o documento do carro, policiais concluíram que o Tempra circulava sem o licenciamento anual. O último licenciamento datava do exercício 2013.

Foram constatadas outras infrações, como, estacionar nas esquinas a menos de cinco metros da quina, e uso de som automotivo em volume alto. Com isso, foi determinada a remoção do veículo.

Tomado por um ataque de fúria, o proprietário e condutor, T.S.S., de 34 anos, começou a destruir o próprio veículo. De posse de ferramentas, quebrou vidros e amassou a lataria. A essa altura as ruas estavam tomadas por populares e reforço policial teve que ser acionado.

O homem enfurecido se recusava a atender as ordens dos policiais para que parasse. Ele, além de desobedecer ameaçava funcionários do comércio. Igualmente disse a uma sargento da PM que tinha arma, como ela, e sabia atirar.

Com a chegada de familiares, o homem enfurecido foi levado para o pronto atendimento no bairro Olaria, onde recebeu atendimento por causa de ferimentos que sofreu ao quebrar o seu carro. Depois de liberado foi detido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil. Entre outros delitos responderá por ameaças.

O Fiat Tempra foi removido ao pátio credenciado com danos generalizados causados pelo próprio dono.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Palhaço 04 de Novembro, 2019 | 14:08
Acho que ele esta vendo internet demais kkkkkk
Cidadão Indignado 01 de Novembro, 2019 | 12:34
Ele não pagou por falta de dinheiro, já que teve dinheiro pra investir num sonzão, comprar bebida, ter uma arma(como ele mesmo disse à Polícia). O cara todo errado e ainda tem a insanidade de quebrar o carro e ameaçar a Polícia? É gente, se eu não pagasse o documento do meu carro eu não tinha coragem nem de sair com ele na rua! E o povo reclama que o Brasil não vai pra frente, com gente assim puxando ele pra trás é difícil mesmo.
Roberto 01 de Novembro, 2019 | 09:30
Timóteo e todo o Vale do aço tá cheio de sucata igual ou pior do que esse Tempra e a polícia e o DETRAN não apreendem. Já passou da hora de multar e guinchar esses carros com muitos anos de licenciamento atrasado e sem condições de segurança e circulação.
Pedrin Perito 01 de Novembro, 2019 | 07:26
Tempra só traz prejuízos mesmo kkkkka

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO