Quadrilha promovia churrasco para comemorar homicídio em Timóteo

Operação policial cercou sítio em que seis jovens faziam festa depois do assassinato de Caique Nascimento, na noite de terça-feira

Reprodução


Caique Nascimento foi atraído para emboscada, no bairro São José, quando foi morto a tiros

Em busca de esclarecimentos acerca do homicídio que vitimou Caique Silva Nascimento, na noite de terça-feira (29), no bairro São José, em Timóteo, policiais militares foram a um sítio, localizado no bairro Petrópolis, e lá encontraram pessoas suspeitas de envolvimento com o assassinato e outros crimes graves. O grupo era formado por um indivíduo de 20 anos, três de 25 anos, um de 27 anos e um de 30 anos. Desse total, três foram presos e três fugiram para a mata.

Entre o grupo estavam dois dos suspeitos de execução do crime na noite anterior. V.S.X, e D.L.O., ambos de 25 anos. Um terceiro envolvido, de 20 anos, foi identificado como a pessoa que chamou Caique em casa, para irem fazer uso de entorpecente. Era uma emboscada.

Os dois comparsas, em uma motocicleta também foram para o local e executaram o rival a tiros. A motivação, conforme os levantamentos da Polícia Militar, não é outro senão eliminar o concorrente na venda de entorpecentes, além de vingança por uma tentativa de homicídio, em 2016 e um homicídio consumado em 2018, crimes nos quais Caique figurava como responsável.

Depois de um trabalho que durou toda a quarta-feira, a equipe de Inteligência da 85ª Companhia da PM recebeu informações segundo as quais os autores promoviam um churrasco em comemoração ao homicídio de Caique, inimigo do grupo.

O local onde a quadrilha estava reunida foi monitorada pelos policiais à paisana, que confirmaram o andamento da “festa do crime”.

Os policiais militares realizaram o cerco do sítio e prenderam dois dos envolvidos no momento em que saíam do local em duas motocicletas.

Os outros, ao perceberem a aproximação da polícia saíram correndo por todos os lados e entraram em uma mata vizinha ao sítio. Um dos fugitivos foi preso ao sair da mata minutos depois. Esse indivíduo é suspeito de ter atraído Caique para a emboscada.

Outros investigados, entre eles os suspeitos de participação no homicídio, conseguiram escapar, apesar do certo na floresta, até o fim da noite de quarta-feira para quinta-feira.

No sítio foi encontrada uma churrasqueira, com carnes no espeto, bebidas, carteiras com dinheiro, entre outros objetos. No local também foi verificado que os envolvidos embalavam porções de entorpecentes para a venda no varejo, que ficaram espalhadas sobre mesas.

No local foi recolhida também uma motocicleta, que supostamente foi a mesma usada no dia do homicídio na avenida São João.

Os levantamentos indicam que a quadrilha reunida no sítio é formada por jovens envolvidos com o comércio de entorpecentes nos bairros, Nossa Senhora das Graças, São José e Fazenda Boa Vista.

A maioria já tinha sido abordada anteriormente, sem que nada de ilícito tivesse sido encontrado em poder deles. Dois deles, entretanto, respondem por disparo de arma de fogo contra um policial militar, no bairro Nossa Senhora das Graças, tendo em vista a ação do militar contra a prática de tráfico por eles no bairro em que reside. Esses dois estão entre os presos na operação da noite de quarta-feira.

No total, seis indivíduos são investigados por homicídio, formação de quadrilha, tráfico de drogas e outros delitos.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Jovem Aprendiz 31 de Outubro, 2019 | 11:48
Bandidos bestas, já que queriam "comemorar" a mprte do rival, que fosse em um local afastado de Timóteo. Estavam pedindo para ser presos mesmos.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO