Câmara retoma hoje discussão da flexibilização do porte de armas

Reprodução


A oposição afirma que, nos termos atuais do texto, praticamente qualquer pessoa poderia andar com uma arma de fogo

A Câmara dos Deputados deve retomar nessa quarta-feira (30), a discussão do projeto que facilita o porte de armas de fogo. Os debates devem ser retomados nesta quarta-feira (30) na sessão às 13h.

Na terça-feira foi rejeitado requerimento do Psol para retirar o projeto da pauta. Logo depois, a sessão foi encerrada por falta de entendimento sobre a matéria.

Não há acordo para votar o texto, e os deputados acham improvável que um acordão seja costurado em torno de projeto que está no meio de uma polêmica.

Integrantes da "bancada da bala" dizem acreditar que é possível conseguir votos suficientes para aprovar o texto, passando por cima das obstruções.

A oposição afirma que, nos termos atuais do texto, praticamente qualquer pessoa poderia andar com uma arma de fogo. O afrouxamento do controle de armas foi promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro.

O relator do texto, porém, tem reclamado da atuação do governo federal, autor da proposta. Segundo o deputado Alexandre Leite (DEM-SP), o Planalto não está trabalhando em favor de seu relatório.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO