Universidades brasileiras estão no topo do ranking das melhores da América Latina

Brasil é um dos países com o maior número de representantes

Divulgação


Ao todo, foram avaliadas 400 universidades

Ranking divulgado pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS) classificou as universidades brasileiras USP e Unicamp na segunda e na quinta colocação, respectivamente, entre as melhores da América Latina - 2020. Com isso, o Brasil é o único país com duas universidades na lista das cinco melhores. A liderança ficou com a Pontifícia Universidade Católica do Chile, pelo terceiro ano consecutivo.

Ao todo, foram avaliadas 400 universidades. A chilena e as brasileiras são as únicas que também se mantiveram no topo nas edições anteriores. Entretanto, nesta edição, a Universidade de São Paulo manteve a posição obtida no ranking de 2019. A Unicamp, por sua vez, perdeu posições - em 2018 era a vice-líder e, em 2019, a terceira colocada.

O Brasil também é o país com mais representantes tanto no “top 10”, quanto no “top 20”. No ranking, 94 universidades são brasileiras (confira a lista abaixo). No site da consultoria é possível ver o estudo completo.

Critério de avaliação

Para fazer a avaliação das instituições, a consultoria britânica usa oito critérios diferentes, sendo que os dois principais são a "reputação acadêmica" e a "reputação de empregabilidade". Além desses, os critérios são: razão professores/alunos, número de professores com doutorado, rede de pesquisa internacional, citação de artigos, número de artigos por professor e impacto na web.
As universidades brasileiras no top 100

• 2º) Universidade de São Paulo (USP)
• 5º) Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
• 9º) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
• 11º) Universidade Estadual Paulista (Unesp)
• 15º) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
• 17º) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
• 19º) Universidade Federal do Rio Grande Do Sul (UFRGS)
• 22º) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
• 29º) Universidade de Brasília (UnB)
• 30º) Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
• 32º) Universidade Federal do Paraná (UFPR)
• 35º) Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
• 45º) Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
• 51º) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
• 51º) Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)
• 54º) Universidade Federal Fluminense (UFF)
• 55º) Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
• 60º) Universidade Federal do Ceará (UFC)
• 77º) Universidade Federal de Viçosa (UFV)
• 78º) Universidade Federal da Bahia (Ufba)
• 79º) Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
• 81º) Universidade Federal do Rio Grande Do Norte (UFRN)
• 86º) Universidade Estadual de Londrina (UEL)
• 87º) Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
• 92º) Universidade Estadual de Maringá (UEM)
• 93º) Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
• 97º) Universidade Federal de Goiás (UFG)

(Fonte: Bárbara Maria – Agência Educa Mais Brasil)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO