Calçadas de Timóteo são reformadas com bloquetes de agregado siderúrgico

Diariamente são produzidos 400 bloquetes/hora na cadeia de Timóteo

Divulgação


Material é produzido na cadeia da cidade, como parte do Projeto Novos Caminhos Timóteo

O Projeto Novos Caminhos Timóteo, que visa a ressocialização de indivíduos privados de liberdade na produção de bloquetes à base agregado siderúrgico, entrega os primeiros resultados nesta semana, informa o governo municipal. Dois trechos de calçadas de aproximadamente 150 metros lineares na avenida JK, no Centro-Norte, estão sendo reconstruídos com a aplicação dos bloquetes intertravados.

Diariamente são produzidos 400 bloquetes/hora na cadeia de Timóteo. No caso da obra da Avenida JK, são cinco presos cumprindo pena em regime semiaberto e mais cinco homens da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac). A previsão de entrega do serviço é de 45 dias.

Além da reforma dessas calcadas no Centro-Norte, os bloquetes de agregado siderúrgico já foram aplicados no estacionamento da UPA do bairro Primavera, na UMEI do bairro Limoeiro e na Capela Velório Centro Comunitário José João Barboza – Sr. Zico, no distrito de Cachoeira do Vale, informa o governo.

Projeto
O Novos Caminhos Timóteo é uma iniciativa da administração de Timóteo em parceria com a Usiminas, a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), Consórcio Intermunicipal Multifinalitário do Vale do Aço (CIMVA), Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) Regional Vale do Aço; Precomol Premoldados e Construções; Presídios de Coronel Fabriciano e Timóteo; e Governo do Estado de Minas Gerais.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO