Jovem que matou idoso ao empinar moto pode pegar até 10 anos de prisão

A vítima, José Basílio Lucas, o Deco, de 75 anos, morreu dia 4 de outubro, após ser atropelado por um jovem que empinava uma motocicleta em via pública

Álbum pessoal


José Basílio, Deco, tinha 75 anos

A Polícia Civil anunciou a conclusão de um inquérito sobre a morte de um idoso que foi atropelado por um motoqueiro, e morreu, em Raul Soares. O resultado da conclusão do inquérito policial foi apresentado pelo delegado Nilson Belmiro, em entrevista na Delegacia Regional de Polícia Civil de Caratinga.

A vítima, José Basílio Lucas, o Deco, de 75 anos, morreu dia 4 de outubro, após ser atropelado por um jovem que empinava uma motocicleta em via pública. A moto era pilotada por Matheus da Silva Campos Machado, de 20 anos, no bairro Vila Esperança, em Raul Soares.

O idoso chegou a ser socorrido, mas morreu logo depois de dar entrada no hospital. Matheus foi preso em flagrante e conduzido para o presídio de Abre Campo.

O delegado que presidiu o inquérito, Nilson Belmiro, informou que o piloto da moto foi enquadrado no artigo 308 do Código de Trânsito Brasileiro, que diz que é crime fazer manobra de veículo automotor em via pública, gerando situação de risco à segurança pública. Como a prática do crime resultou em morte, a pena varia de 5 a 10 anos de prisão.

"Ficou muito na moda a frase 'não foi acidente', em relação aos rompimentos das barragens de mineradoras, em Minas Gerais, e nesse caso aqui não foi acidente mesmo. Acidente é um infortúnio, quando você trafega por uma via e entra um animal na sua frente. Ou quando você comete um erro e bate. O que ocorreu em Raul Soares foi uma situação com manobra perigosa, em que a atitude do condutor contribuiu para a ocorrência do acidente", concluiu.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Cidadão Honesto 17 de Outubro, 2019 | 10:57
No bairro canãazinho isso acontece o tempo todo e o pior é que muitos desses condutores nem habilitados são.
Fica aí o meu alerta à PM, não espere alguém ser atropelado pra agir né.
Cidadão Indignado 17 de Outubro, 2019 | 07:19
Mas tinha que ser assim no país inteiro, já que hoje é modinha ficar empinando moto e bicicleta pelas ruas. Muitas vezes a polícia passa e não faz nada. Vamos lembrar que se agente vê um familiar nosso empinando uma simples bicicleta e não chamamos a atenção, não poderemos reclamar se algum dia ele vier matar alguém enquanto empina uma moto.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO