O primeiro Imperador do Brasil

O homem que deixou histórias extraordinárias no Brasil e em Portugal

GB Imagem


D. Pedro I foi coroado Imperador do Brasil em outubro de 1822
Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon nasceu no Palácio de Queluz, Portugal, em 12 de outubro de 1798.

Filho de D. João VI e da Princesa Carlota Joaquina, era neto de Maria I, rainha de Portugal. Tinha quase nove anos de idade quando sua família migrou para o Brasil, para escapar da guerra com Napoleão Bonaparte.

Pedro de Alcântara cresceu em terras brasileiras e tinha fama de boêmio e conquistador. Seus registros históricos mostram que ele teve 18 filhos, 13 reconhecidos e cinco naturais.

Em 1826, quando ele tinha 28 anos, a Princesa Leopoldina – sua primeira mulher – faleceu. Em 17 de outubro de 1829 ele casou de novo, agora com a bela Amélia de Leuchtenberg, de 17 anos, por quem abandonou a vida de boêmio.

Ele abdicou do trono brasileiro em 1831, em favor do seu filho, Pedro, que tinha cinco anos de idade. De volta a Portugal, travou uma guerra contra o irmão que usurpara o trono e restituiu à sua filha Maria da Glória o direito de se tornar rainha do país.

Em 27 de setembro de 1834, D. Pedro morreu vitimado pela tuberculose.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO