Inscrições para programa de estágio da Vale são prorrogadas

São cerca de mil vagas em diversas cidades dos sete estados onde a mineradora atua, além do Distrito Federal

Arquivo Vale


Estudantes de nível técnico e superior podem participar do processo seletivo, que tem 426 vagas em Minas Gerais

A Vale prorrogou até a próxima segunda-feira (21) as inscrições para o Programa de Estágio 2020. São cerca de mil vagas em diversas cidades dos sete estados onde a mineradora atua, além do Distrito Federal. Em Minas Gerais são 426 vagas distribuídas em 14 munícipios. Estudantes de nível técnico e superior podem se inscrever pelo site www.vale.com/estagio.

Candidatos de nível técnico e de nível superior devem ter previsão de formatura entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021. No primeiro caso, é preciso que o estudante esteja matriculado na instituição de ensino, tenha se formado na parte teórica ou ainda não tenha cumprido a carga horária obrigatória de estágio. Já para os estudantes de nível superior, é necessário apresentar a declaração da instituição de ensino autorizando a realização de estágio. O programa também está aberto a pessoas com deficiência (PCD), que devem anexar os laudos comprovando a deficiência no momento da inscrição. Os selecionados receberão bolsa-auxílio mensal de até R$ 1.375,14.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Cidadão Indignado 16 de Outubro, 2019 | 14:23
Depois dos vários acidentes com barragens e o cuidado que a empresa demonstra NÃO ter com seu corpo de funcionários, parece que ou futuros profissionais estão mais seletivos em relação à uma vaga de estágio, já que ninguém quer morrer pra concluir um curso, fora o papel que a empresa prestou ao negar indenizações à famílias de funcionários que provaram que os mesmos estavam prestando serviço a empresa durante os acidentes que ceifaram suas vidas.
Como é que estão as investigações mesmo?
O desastre de Mariana já foi esquecido, e com ele a prestação de serviços essenciais à moradores das regiões ribeirinhas como a região do rio Doce, lembro bem quando tiveram a coragem de dizer que tinham um projeto e iriam recuperar o entorno do Rio em cerca de 12 anos, mas até agora, só promessas.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO