Fábrica de colchões pega fogo no distrito de Vale Verde

Informações iniciais apontam para pane elétrica

Divulgação


Incêndio teve início na noite de sexta-feira

Na noite de sexta-feira (11), o Corpo de Bombeiros atendeu a um chamado numa fábrica de colchões em Vale Verde, distrito de Ipaba. Conforme informações de um vigilante, contida no registro de ocorrência policial (Reds), o incêndio teria sido provocado por pane elétrica, iniciada na caixa de distribuição do galpão. Não havia extintores disponíveis para o combate inicial. Um perito deve ir ao local ainda hoje para verificar a situação e possíveis razões. Não houve registro de vítimas.

As chamas haviam atingido o galpão principal de 4.500 metros quadrados, onde se concentravam as máquinas, produtos utilizados na fabricação de colchoes, químicos, estoque, escritório e embarque. Diante da gravidade do incêndio, foi acionado reforço do 5º e 7º Pelotão da CIA e do 2º pelotão da CIA tática. Foi feita proteção dos bens e estruturas que se encontravam próximas ao galpão incendiado, com área total de 15.000 metros quadrados, com grande estoque de madeira, espuma e tecidos.

Com reforço de dois caminhões-pipa da Cenibra, foi realizado envolvimento do incêndio principal, com êxito no controle das chamas e proteção de três caminhões carregados e o galpão de depósito. Além de evitar que as chamas se propagassem para a mata. Na manhã deste sábado, foi realizado acompanhamento e conclusão do rescaldo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Cidadão Indignado 14 de Outubro, 2019 | 08:55
Deixo aqui meu pesar para as vítimas, empresários que deixaram de contribuir para o crescimento da cidade, ou bombeiros que aprovaram o esquema de combate à incêndio da empresa. De quem será a responsabilidade?

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO