UTI do Hospital Municipal de Ipatinga tem assistência 24h de fisioterapeutas

A programação ocorreu no próprio HMEM, no bairro Cidade Nobre, desde quarta-feira (9)

A implantação da assistência de Fisioterapia 24 horas aos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Elaine Martins (HMEM), em Ipatinga, é uma das conquistas celebradas pelos profissionais durante o II Encontro de Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais da rede municipal de Saúde, que terminou nesta quinta-feira (10). A programação ocorreu no próprio HMEM, no bairro Cidade Nobre, desde quarta-feira (9).

A iniciativa é uma adequação do município ao Projeto de Lei Federal 1909/15, que determina a obrigatoriedade de fisioterapeuta por 24 horas na UTI, informou a administração de Ipatinga. A proposição foi aprovada pela Câmara dos Deputados em novembro de 2018.

Estudos apontam que as sessões de fisioterapia quando realizadas de forma integral reduzem em até 40% o tempo de internação de um paciente em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), além de diminuir o risco de complicações e infecções hospitalares.

A notícia é compartilhada no mesmo momento em que as categorias comemoram os 50 anos de regulamentação profissional no Brasil e 13 anos de serviços prestados na unidade hospitalar de Ipatinga.

O evento reuniu mais de 100 pessoas, dentre eles profissionais que atuam na Policlínica Municipal, no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), na Clínica Psicossocial (Clips) e na Clínica de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO