Rumores apontam saída de Bolsonaro do PSL

A estimativa é que alguns deputados do partido sigam o exemplo e busquem uma nova legenda, nos próximos dias

Antonio Cruz/ Agência Brasil


Saída de Bolsonaro não seria surpresa entre aliados, segundo uma fonte próxima ao presidente

Conforme informado pela revista Veja nesta quarta-feira (9), Jair Bolsonaro decidiu deixar o PSL e aliados estariam cientes da escolha, segundo uma fonte próxima ao presidente. A estimativa é que alguns deputados do partido sigam o exemplo e busquem uma nova legenda, nos próximos dias.

A saída de Bolsonaro não é algo imprevisto, principalmente para a direção do partido – que já estava há semanas estudando formas de se sustentar quando o fato ocorresse. Dirigentes da sigla, como Luciano Bivar (PSL-PE), afirmaram que há perspectiva de união com outras agremiações.

O incômodo de Bolsonaro com o PSL vem em uma crescente, mas ganhou força na terça-feira (8). Durante encontro do presidente com a imprensa no Palácio do Planalto, Bolsonaro disse a um de seus apoiadores para “esquecer o partido” e que Bivar estava “queimado pra caramba”. Como resposta, o presidente do PSL disse nesta quarta-feira que Bolsonaro já estava “afastado” da sigla. “Não disse para esquecer o partido? Está esquecido”, disse.

Outro sinal de descontentamento veio após reportagens revelarem que, durante a apuração sobre o laranjal na seção mineira da sigla, a Polícia Federal encontrou menções à campanha dele. O ex-assessor parlamentar do ministro do Turismo de Bolsonaro, Marcelo Álvaro Antônio, que na época era coordenador de sua campanha a deputado federal no Vale do Rio Doce, disse em depoimento à Polícia Federal (PF) que “acha que parte dos valores depositados para as campanhas femininas, na verdade, foi usada para pagar material de campanha de Marcelo Álvaro Antônio e de Jair Bolsonaro”.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO