Ipatinga divulga balanço do Estacionamento Rotativo Digital

O sistema foi implantado para solucionar a antiga dificuldade de encontrar vagas disponíveis nos principais centros comerciais da cidade

Secom-PMI


Números de seis meses de funcionamento do sistema foram divulgados nesta quarta-feira

A administração de Ipatinga divulgou nesta quarta-feira (9) o balanço das operações do Estacionamento Rotativo Digital implantado este ano no município. Os números são de 11 de março a 20 de setembro de 2019. No período, a Central Park, empresa que opera o sistema, arrecadou R$ 1.695.390,07. Deste total, R$ R$ 661.032,59 foram destinados aos cofres públicos, R$ 54.121,68 distribuídos aos 111 pontos de vendas dos tickets de vagas e R$ 980.235,81 ficaram para a concessionária do serviço. Do montante arrecadado com a exploração da atividade, a empresa se obriga a recolher 2% a título de ISSQN, já que é optante pelo Simples Nacional.

O sistema foi implantado para solucionar a antiga dificuldade de encontrar vagas disponíveis nos principais centros comerciais da cidade. Além de aperfeiçoar o sistema de parquímetro desativado em 2017, que só admitia o pagamento em moedas e não fornecia aos usuários comprovante de tempo utilizado, além de gerar mais despesa que arrecadação para o município, informou o governo atual.

Vagas
Das 3 mil vagas licitadas como áreas de Zona Azul, o município regulamentou 2.477 delas em quatro praças - Centro, Horto, Cidade Nobre e Canaã.

Conforme a Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), a quantidade de vagas demarcadas para o Zona Azul é menor que a permitida para evitar sobrecarga e garantir que a população estacione em ruas que não possuem o rotativo, sem nenhuma cobrança. A administração pública reforçou também que não haverá implantação de outras praças de estacionamento rotativo.

Notificações
Os números apresentados pelo município mostram ainda que de 11 de março a 20 de setembro de 2019 foram geradas 74.552 notificações que têm efeito educativo e pedagógico. O valor da notificação de R$ 14 é aplicado ao motorista que estacionar sem fazer previamente o pagamento.

A notificação permite que o usuário tenha o prazo de três dias para regularizar a situação, evitando assim que ele seja multado em R$ 195,23 e ainda perca 5 pontos na carteira por estacionar de forma irregular, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro. O valor cobrado pela notificação representa apenas 7,18% da penalidade estabelecida no CTB.

Investimentos
Do total arrecadado com a exploração do serviço, mais de R$ 661 mil foram destinados aos cofres públicos. No entanto, o município informa que investiu mais do que arrecadou. Foram aplicados R$ 946.479,37 no Programa de Sinalização Viária, com pinturas de solo, implantação de placas, defensas e manutenção dos semáforos.

“Os recursos arrecadados não são suficientes para sequer cobrir uma das despesas do Departamento de Trânsito de Ipatinga. O município teve que complementar este valor com recursos próprios. Os valores arrecadados com o Estacionamento Rotativo representam apenas 70% do valor investido pelo governo no sistema de sinalização viária do município”, ressaltou o secretário da Sesuma, Agnaldo Bicalho.

Empregos
O sistema possibilitou a geração de 57 empregos diretos no município e, além disso, movimentou a economia com campanhas publicitárias e com os aluguéis para a implantação dos quatro escritórios da empresa concessionária do serviço, apontou a administração municipal.

O governo também destaca o fato de comércios se tornarem pontos de vendas de tickets de vagas, tendo assim uma renda extra. Do total arrecadado com o rotativo, mais de R$ 54 mil foram distribuídos aos comerciantes credenciados para comercializar os bilhetes.

Gratuidade
Por meio do Decreto nº 9.093/2019, assinado pelo prefeito Nardyello Rocha, é oferecida gratuidade no rotativo para idosos e pessoas com deficiência. Para estes públicos foram disponibilizadas 280 vagas, o que representa mais de 10% das vagas comerciais.

“Não é prioridade da administração a arrecadação. O que queremos é gerar um bem-estar social nas áreas de comércio. Não é mais necessário dar voltas intermináveis para achar uma vaga. Os motoristas gastam menos combustíveis, e o trânsito fica mais tranquilo e humano. O comércio dos centros comerciais também retomou a vida com a facilidade que existe hoje para estacionar”, enfatiza o prefeito.

Aprovação
O presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi), Cláudio Zambaldi, avalia que os comerciantes já percebem a aceitação do público e manifestam satisfação com a implantação do sistema. “Está sendo possível resgatar o sábado, um dia importante para as vendas e que antes estava sendo considerado perdido, porque muitas pessoas não conseguiam frequentar os principais polos comerciais da cidade para realizar suas compras. Com o estacionamento rotativo, já conseguimos reverter isso, o que demonstra a importância da democratização das vagas”, afirmou ainda o presidente.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Marcos 10 de Outubro, 2019 | 10:15
Estaciono meu carro com facilidade, pois agora se acham vagas. Abro o aplicativo da Central Park, informo que estacionei o carro e o tempo que irei ficar quando retorno informo que estou saindo, o aplicativo devolve o valor do tempo que não usei. Pago menos de 2 reais sempre que vou fazer algo. Muito menos do que pagava com estacionamentos particulares.
Até hoje não entendo porque o povo está dizendo que isso é assalto. Acho que na verdade não sabem usar o benefício. Pois pra mim resolveu muito. Levava muito tempo para estacionar o carro procurando vaga e como tempo é dinheiro, com certeza esse tempo que levava procurando vaga, era muito maior do que os meros 2 reais que pago hoje ao estacionar com uma vaga livre rapidamente encontrada.
Roberto Santos 10 de Outubro, 2019 | 10:01
Mais um roubo, já não basta o tanto de imposto que pagamos, ainda, vem com esse estacionamento. Isso é uma safadeza, milhões que saíram dos nossos bolsos, os bairros Canaã e Bethania pioraram demais, tem muita contra mão agora, esta um caos para dirigir, esse ladrão safado desse prefeito, avacalhou todo o transito para dificultar sair da avenida, e obrigar as pessoas a se manterem nas avenidas e pagarem estacionamento. Enquanto isso a saúde esta um caos, é triste a situação. É triste o que esse prefeito vagabundo esta fazendo com a nossa cidade,,,
José Luiz 10 de Outubro, 2019 | 09:59
Tenho visto alguns carros estacionados com exposição de produtos (ambulantes) durante o dia todo. Eles pagam o rotativo?Ex: próximo à Drogaria Pacheco.
Carlos Roberto 10 de Outubro, 2019 | 07:35
O problema é que as vagas de idosos não são fiscalizadas, estaciona-se e fica o dia todo sem que qualquer autoridade faça o controle. É uma bagunça e um desrespeito. Isto sem contar que as tais vagas para idosos não estão em locais onde os mesmos se locomoção com maior frequência.
José Carlos Oliveira 10 de Outubro, 2019 | 04:13
Roubo descarado. Só não entendo por que o MP ainda não agiu contra essa ilegalidade.
Geraldo Magela 09 de Outubro, 2019 | 22:45
Certeza com S...kkkk
Assassino da língua portuguesa
Alessandro de Souza Gonçalves 09 de Outubro, 2019 | 20:04
É verdade...
Esse estacionamento é uma vergonha...
Roubando os cidadãos do vale do aço com de dia com sol quente...
Essa multa de R$ 14,00 é uma vergonha...
Quando as lojas começarem a fechar as portas...
Não tem orientação...
Tem multa..
Não paro no centro mais...
André Silva 09 de Outubro, 2019 | 19:22
Eles deveriam fazer o balanço nas lojas e ver como foi com serteza não foi tão positivo como os deles ne
Zezinho das Couves 09 de Outubro, 2019 | 18:34
Como faço pra saber onde não é rotativo?

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO